Chico, Zélia, Dado, Miklos e outros artistas gravam música em apoio às ocupações de escolas em SP

Projeto reúne artistas da nova e velha geração em clipe da música "O Trono do Estudar", divulgado na última terça-feira; confira o clipe

Por: Redação

O que acontece quando os principais nomes da música brasileira, da nova e velha geração, se unem para declarar apoio aos estudantes que há quase dois meses ocupam escolas estaduais de São Paulo ? O resultado você confere no clipe da música “O trono de estudar”, que contou com um time de peso, reunindo Chico Buarque, Pedro Luís, Zélia Duncan, Paulo Miklos e Dado Villa Lobos, no estúdio do baixista da banda Legião Urbana, no Rio de Janeiro.

Já em São Paulo, o projeto contou com o reforço do ex-titã Arnaldo Antunes, Lucas Silveira (do grupo Fresno), Lucas Santtana, Tiê, Fernando Anitelli (do Teatro Mágico), Miranda Kassin, Tetê Espíndola (que é mãe de Dani), Helio Flanders (do Vanguart) e Tiago Iorc. Escrita pelo compositor e cantor Dani Black, a música foi o que faltava para unir um novo time de artistas em apoio à luta dos estudantes contra o fechamento das escolas em São Paulo.

Confira a letra de ‘O TRONO DE ESTUDAR’

Ninguém tira o trono do estudar

Ninguém é o dono do que a vida dá

E nem me colocando numa jaula Porque sala de aula

Essa jaula vai virar

A vida deu os muitos anos de estrutura do humano à procura do que Deus não respondeu

Deu a história, a ciência, a arquitetura, deu a arte e deu a cura e a cultura pra quem leu

Depois de tudo até chegar neste momento me negar conhecimento é me negar o que é meu

Não venha agora fazer furo em meu futuro, me trancar num quarto escuro e fingir que me esqueceu

Vocês vão ter que acostumar porque

Ninguém tira o trono do estudar Ninguém é o dono do que a vida dá

E nem me colocando numa jaula Porque sala de aula

Essa jaula vai virar

E tem que honrar e se orgulhar do trono mesmo e perder o sono mesmo para lutar pelo que é seu

Que neste trono todo ser humano é rei seja preto, branco, gay, rico, pobre, santo, ateu

Pra ter escolha tem que ter escola ninguém quer escola, isto ninguém pode negar

Nem a lei, nem estado, nem turista, nem palácio, nem artista, nem polícia militar

Vocês vão ter que me engolir, se entregar

Porque ninguém tira o trono do estudar

Compartilhe: