CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Como Bolsonaro piorou a situação dos animais e do meio ambiente

O presidente reconheceu rodeios como manifestações esportivas e culturais

Por: David Arioch
Jair Bolsonaro
Crédito: Isac Nóbrega/PRJair Bolsonaro aprovou leis que colocam em risco animais e meio ambiente

Desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência do Brasil, a situação dos animais e do meio ambiente não melhorou. Muito pelo contrário, só piorou.

Para começar, entre os fatos que comprovam isso, estão projetos que poderia ter vetado, mas preferiu sancionar, sendo elevados a leis.

O presidente reconheceu rodeios, vaquejadas e provas de laço (também beneficiando enduro, hipismo rural, provas de velocidade, cavalgada, cavalhada, concurso de marcha, corrida e polo equestre) como manifestações esportivas e culturais. Exemplos são as leis 13.873/2019 e 13.922/2019.

Dia Nacional do Rodeio, caça e gado em pé

Bolsonaro, que endossou a criação do Dia Nacional do Rodeio, já definiu em várias ocasiões que ser contra essas práticas é ser “defensor do politicamente correto”, algo que, segundo ele, não tem vez em seu governo. O presidente também estabeleceu uma portaria autorizando o uso de armas brancas e cães na caça de espécies de animais consideradas exóticas ou nocivas – Instrução Normativa nº 12, de 25 de março de 2019.

Confira o final desta história e outras notícias inspiradoras sobre animais na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.