Coronavírus: contra fake news, WhatsApp limita reenvio de mensagens

"Atualizamos o limite de encaminhamento para que essas mensagens só possam ser encaminhadas para uma conversa por vez", diz o aplicativo

Por: Redação
ChatClass
Crédito: IStock/rodrigobarkWhatsApp já havia adotado medidas para conter disseminação de informações falsas

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o WhatsApp decidiu seguir novas medidas para evitar o compartilhamento de fake news por meio do aplicativo. A partir de agora, a mensagem que não foi criada pelo usuário que irá reenviá-la só poderá ser encaminhada para um contato por vez.

Em nota divulgada nesta terça-feira, 7, a plataforma informou que adicionou a sinalização de setas duplas para mostrar que a mensagem recebida não foi criada por quem a enviou.

“Geralmente, as mensagens encaminhadas muitas vezes podem conter informações falsas e não são tão pessoais quanto as mensagens típicas enviadas pelos seus contatos no WhatsApp. Agora, atualizamos o limite de encaminhamento para que essas mensagens só possam ser encaminhadas para uma conversa por vez”, diz o comunicado.

O aplicativo citou a importância do encaminhamento de informações úteis, pensamentos, orações ou vídeos divertidos, mas reiterou a necessidade de combate a boatos. “No ano passado, quando criamos o limite de encaminhamento para conter a disseminação de notícias falsas, ajudamos a diminuir em 25% o número de mensagens encaminhadas em todo o mundo”, afirma a nota.



Confira a nota na íntegra abaixo:

“O WhatsApp continua pessoal e privado

Diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), bilhões de pessoas não podem encontrar pessoalmente com seus amigos e familiares. Por essa razão, mais do que nunca, elas estão usando o WhatsApp para manter o contato não só com seus entes queridos, mas também com lojas e restaurantes preferidos, médicos, professores e outros profissionais durante a crise. Assim, gostaríamos de reafirmar que todas as mensagens e chamadas no WhatsApp são protegidas com a criptografia de ponta a ponta por padrão para garantir que você tenha um espaço seguro para as suas conversas mais privadas.

Para tornar o WhatsApp ainda mais pessoal, criamos o conceito de mensagens encaminhadas muitas vezes e adicionamos uma etiqueta de setas duplas  para indicar que essas mensagens não foram criadas pelo contato que as enviou. Geralmente, as mensagens encaminhadas muitas vezes podem conter informações falsas e não são tão pessoais quanto as mensagens típicas enviadas pelos seus contatos no WhatsApp. Agora, atualizamos o limite de encaminhamento para que essas mensagens só possam ser encaminhadas para uma conversa por vez.

O WhatsApp é um serviço de mensagens privadas, e estamos sempre trabalhando para garantir a privacidade e segurança das suas conversas. No ano passado, quando criamos o limite de encaminhamento para conter a disseminação de notícias falsas, ajudamos a diminuir em 25% o número de mensagens encaminhadas em todo o mundo.

Então, encaminhar mensagens é algo ruim? Claro que não! Sabemos que muitos usuários encaminham informações úteis, vídeos divertidos, pensamentos ou orações que têm um significado especial e pessoal para seus contatos. Nas últimas semanas, muitas pessoas em todo o mundo também têm usado o WhatsApp para organizar homenagens aos profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente no combate à pandemia, por exemplo. Entretanto, temos visto um aumento significante na quantidade de mensagens encaminhadas que, de acordo com nossos usuários, podem contribuir para a disseminação de boatos e informações falsas. Acreditamos que é importante desacelerar a disseminação de mensagens encaminhadas para que o WhatsApp continue sendo um espaço seguro para conversas pessoais.

Além disso, estamos trabalhando diretamente com governos e organizações não governamentais, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e ministérios da saúde de mais de 20 países, para ajudar a levar informações confiáveis à população. Juntas, essas organizações já enviaram centenas de milhões de mensagens a pessoas no mundo todo que buscam informações e dicas sobre como lidar com a pandemia. Para saber mais sobre essas iniciativas e como denunciar possíveis notícias falsas, golpes e boatos para uma organização de checagem de fatos, visite nossa Central de Informações do WhatsApp: Coronavírus.

Acreditamos que agora, mais do que nunca, as pessoas precisam se conectar com privacidade. Continuamos trabalhando com bastante empenho para manter o WhatsApp funcionando com estabilidade durante essa crise mundial sem precedentes e continuaremos a ouvir suas sugestões e a aprimorar as maneiras pelas quais as pessoas compartilham momentos especiais no WhatsApp.”