CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Coronavírus: São Paulo decide suspender aulas nas escolas e eventos

O governo do estado recomendou que a medida também seja adotada por todas as escolas particulares

Por: Redação

Por causa do surto do novo coronavírus que aumenta em larga escala, em São Paulos, as aulas nas escolas da rede pública municipal e estadual serão suspensas gradualmente a partir do dia 16 até o próximo dia 23, quando a paralisação será total nas unidades de ensino, informou as secretarias municipal e estadual de educação, na tarde desta sexta-feira, 13.

coronavírus são paulo escolas eventos
Crédito: Portal Governo do Estado SPCoronavírus: São Paulo decide suspender aulas nas escolas e eventos

O governo do estado recomendou que a medida também seja adotada por todas as escolas particulares.

O governador João Doria também informou que estão suspensos eventos esportivos, musicais, de lazer ou de outra natureza para públicos superior a 500 pessoas. “Nossa posição é clara. A recomendação é que nenhum evento com mais de 500 pessoas seja realizado. Qualquer evento e de qualquer natureza. Até 500 pessoas não há restrições, acima há”, afirmou o Governador.

Na próxima segunda-feira, 16, Doria disse que as famílias passarão a receber orientações de como proceder. Segundo ele, as famílias que optarem em não mandarem seus filhos para as escolas, já na próxima semana, podem ficar tranquilas que eles não serão penalizados pelas faltas.

O ministro da Saúde,Luiz Henrique Mandetta, frisou que não é para os estudantes deixarem de ir às aulas para ficar próximos de idosos, que é o grupo de maior risco com o contágio do coronavírus.

O secretário estadual de educação, Rossieli Soares, informou que a suspensão será feita de forma gradual justamente para as famílias se organizem para manter idosos e jovens afastados. “Não adianta suspender as aulas e as crianças estarem com a avó e com o avô que são o público que mais preocupa”.

Soares explicou que a decisão de suspender as aulas  veio depois de confirmada a primeira transmissão comunitária do vírus no estado. “A mudança para a transmissão sustentada altera a conduta porque os jovens têm característica assintomática, o que pode aumentar a transmissão”. Quando a transmissão é comunitária, já não é mais possível saber sua origem. Na prática, quer dizer que brasileiros estão passando o vírus para brasileiros que não necessariamente viajaram para fora do país.

A orientação para as universidades públicas, no entanto, é para que suspenda às aulas já nesta segunda-feira.

Governo federal

O Ministro da Saúde confirmou a liberação de R$ 94 milhões para São Paulo investir em ações previstas no plano estadual de contingência. Mandetta também disse que a União reservou R$ 1 bilhão para custear a ampliação de horários de atendimento em unidades de saúde de todo o Brasil.

“Cada solicitação de abertura de leito será atendida imediatamente para habilitação do Ministério da Saúde. Queremos que as UBS estejam mais tempo abertos, mas cabe ao município a melhor organização para esta ampliação”, explicou Mandetta.

Com informações do Portal do Governo SP.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.