CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Da madeira ao design sustentável

O designer João Bird passou 10 anos no Amazônas e e aplicou práticas sustentáveis durante a criação de seus móveis

Por: Redação

E por que a madeira? “Estava em toda a casa. Meu pai e meu avô a usavam como hobby. A maioria dos móveis tinha sido feita com ela”.  A matéria-prima poderia passar despercebida, mas João Bird viu nela a chance de dar vida aos desenhos que até então pertenciam apenas às folhas de papel. Aos 15 anos, projetou sua primeira cadeira e, inesperadamente, percebeu que muitos amigos gostaram do resultado e queriam um exemplar. Após uma década de trabalhos realizados no Amazonas e agora com 60 anos, Bird continua a busca por projetos ecologicamente corretos e capazes de inovar o design nacional.

divulgação
Bird utiliza madeira reflorestada em suas peças

O convite foi feito pela ONG Greenpeace, que realizava projetos no norte do país. Ao mesmo tempo, instigado pela oportunidade de conhecer os diversos tipos de madeira e adentrar em um universo de novas possibilidades para o design, João, junto da empresa Precious Woods,  foi responsável pela primeira casa de madeira certificada pelo FSC (Conselho Brasileiro de Manejo Florestal), em Itacoatiara – (AM). Neste período, percebeu que muitas indústrias locais deixavam grandes quantidades de sobra de madeira e, então, decidiu que encontraria uma forma de reaproveitar esse material em suas criações.

Ainda no norte do Brasil, o designer passou a ministrar oficinas em diferentes tribos indígenas, como os Ixkaryanos, Tikunas e Tukanos. Ao mesmo tempo em que ensinava, também aprendia com os artesãos sobre suas técnicas tradicionais. Em 1992, concluiu a primeira série de móveis feitos a partir dos restos coletados nas florestas.

Pensando no hoje

Ao observar seu filho, João viu os riscos que a criança corria com os móveis infantis comuns. “Eles têm muitas pontas e não são realmente projetados para crianças”, comenta. Para resolver tal situação, o designer optou por criar uma linha de mobílias que se adaptasse ao cotidiano dos pequenos e não apenas se encaixassem nos padrões das casas e seus cômodos. Mas estes objetos também carregam uma “semente de sustentabilidade”: são feitos com material reutilizado.

divulgação
A linha infantil traz peças feitas com botijões de gás reutilizados e sem pontas que possam causar ferimentos

A criação de Bird mostra o quão versátil pode ser o design. Sua passagem pelo Amazonas e o contato direto com a floresta e os povos que vivem dela fizeram com que ele acreditasse na reeducação dos hábitos de consumo. João Bird volta sua atenção para as novas gerações. E enfatiza: “a consciência tem que vir enquanto se é criança”.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.