Últimas notícias:

Loading...

Denúncias de violência contra a mulher durante Carnaval aumentam 174% em comparação a 2015

Por: Redação

As denúncias de violência contra a mulher no Carnaval deste ano cresceram 174% em comparação ao mesmo período do ano passado. A informação foi divulgada pelo Ligue 180, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência.

Entre os dias 1º e 9 de fevereiro – do pré-Carnaval ao Carnaval – foram 3.174 relatos de agressão. Em 2015, foram feitas 1.158 denúncias entre os dias 10 e 18.

Personalidades como Juliana Paes e Paloma Bernardi participaram de campanha contra assédio no Carnaval
Personalidades como Juliana Paes e Paloma Bernardi participam de campanha contra assédio no Carnaval

Do total de denúncias de violência neste ano, 59,89% corresponderam à violência física; 33,27% à violência psicológica; 8,79% ao cárcere privado; 8,38% à violência moral; 3,9% à violência sexual; 2,67% à violência patrimonial; e 0,09% ao tráfico de pessoas.

#CarnavalSemAssédio

Nesta Carnaval, o Catraca Livre lançou uma campanha para lutar contra o abuso sexual durante a folia. A iniciativa foi idealizada em parceria com a Revista AzMina, os movimentos #AgoraÉQueSãoElas e Vamos Juntas?, o Bloco Mulheres Rodadas, a advogada de direitos humanos Andrea Florence e a arquiteta e urbanista Marília Ferrari.

Diante desses dados, fica evidente por que é importante abordar o tema e discutir a violência de gênero no Carnaval – e em qualquer outra época do ano.

Além do apoio de personalidades como Chico Buarque e Pitty, a campanha também contou com a participação da ONU Mulheres Brasil e de órgãos públicos de todo o país.