Últimas notícias:

Loading...

Eduardo Bolsonaro posta foto de deputada ex-bolsonarista com alvo no rosto

A deputada Professora Dayane Pimentel expôs prints da publicação e disse que se sente ameaçada

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) postou uma foto da também deputada federal, Professora Dayane Pimentel (PSL-BA) ao lado de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com um alvo no rosto. A publicação foi feita nesta segunda-feira, 13.

Crédito: Reprodução/Instagram e Agência Brasil/Fábio Rodrigues PozzebomEduardo Bolsonaro posta foto de deputada ex-bolsonarista com alvo no rosto

Professora Dayane Pimentel é ex-apoiadora de Bolsonaro. No post feito por Eduardo, a ela é chamada de “traidora nível hard”.

No post feito por Eduardo, a ela é chamada de “traidora nível hard”. A foto compartilhada pelo filho do presidente é da época em que ela era aliada do pai do parlamentar.

Em suas redes sociais, a deputada afirmou: “Um filho do Presidente da República, ao que tudo indica ligado à milícias, posta uma foto minha com um alvo em meu rosto. Isso é uma ameaça???? Deixo registrado que me sinto amplamente ameaçada por esses tiranos”.

Em seguida ela também declarou: “Quero agradecer a todos q mandaram mensagens de apoio e solidariedade. Estou tomando todas as medidas cabíveis. Muito obrigada!!! Quero dizer aos extremistas (bolsopetistas), que se alegraram com a ameaça que eu recebi, que sigo firme nesta luta contra o mal que eles espalham”.

Já no Instagram, a parlamentar questionou: “É isso aqui que os falsos conservadores, ‘cristãos e patriotas’ de bem defendem? O filho do Presidente da República postando uma imagem minha com o alvo no rosto. Para vencer as eleições de 2018, eles diziam que iam combater bandidos, mas hoje eles querem combater mulheres comprometidas com o país”.

Deputada ex-bolsonarista esteve nos protestos de domingo

Dayane Pimentel esteve presente no ato pelo impeachment de Bolsonaro, na Avenida Paulista, em São Paulo, no último domingo, 12.

“Na falta de ter do que me acusar (pois não tenho funcionários fantasmas nem sou adepta da corrupção e das milícias), o que sobra é esbravejar o ódio em cima de mim. Mulheres, pais de família e religiosos que concordam com essa imagem servem ao caos. Essa claque não consegue aceitar que eu não me vendo e que continuarei combatendo cada um deles dentro dos meus princípios éticos e morais. Tomarei todas as medidas cabíveis dentro da lei”, escreveu a baiana no Instagram.

Compartilhe: