CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Eduardo Bolsonaro prevê ‘medida enérgica’ do presidente contra STF

''O problema não é mais se (haverá ruptura institucional), mas quando'', disse o deputado em live com alvos da ação do STF

Por: Redação

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) reagiu à ação deflagrada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) contra fake news e afirmou que seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, pode adotar “medida enérgica” contra a Corte.

“Quando chegar a um ponto que o presidente não tiver mais saída e for necessária uma medida enérgica, ele que será taxado como ditador”, afirmou o parlamentar em uma live com os alvos da ação de ontem da Polícia Federal.

Crédito: Marcos Corrêa/PR”O problema não é mais se (haverá ruptura institucional), mas quando”, disse Eduardo Bolsonaro em live com alvos da ação do STF

Eduardo Bolsonaro falou ainda em “momento de ruptura” e disse que a questão não é de “se”, mas, sim, de “quando” isto vai ocorrer.

“Porque a gente estuda história, a gente sabe que ela se repete. Não chegou de uma hora pra outra a ditadura na Venezuela. (…) temos que pontuar, deixar a sociedade ciente do problema e depois tomar algumas atitudes.”

Na live, organizada pelo blogueiro bolsonarista Allan Santos, do site Terça Livre e um dos alvos da ação do STF, o deputado disse que os dois ministros do STF [Alexandre de Moraes e Celso de Mello] conseguiram a “proeza” de fazer com que apoiadores de Bolsonaro passem a se manifestar aos domingos não mais diante do Palácio do Planalto, em apoio ao presidente, mas na frente do tribunal, em protesto.

Além de Eduardo Bolsonaro e Allan Santos, participaram também da live o guru do bolsonarismo, o escritor Olavo de Carvalho, a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) e médico Ítalo Marsili.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.