Elogiado por Trump, Bolsonaro tem maior taxa de rejeição desde janeiro

Um dia antes de Trump afirmar que Bolsonaro é amado por brasileiros, pesquisa Ibope revelou pior avaliação do governo desde janeiro

Por: Redação

Os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump voltaram a se encontrar nesta sexta-feira, 28, em Osaka, no Japão, durante o G-20. Na ocasião, o mandatário norte-americano rasgou elogios ao brasileiro. “É um homem muito especial, está indo muito bem, é amado pelo povo do Brasil”.

Trump também ressaltou qualidades do Brasil, que, segundo ele, possui ativos que “alguns países nem conseguem imaginar” – e que é um “tremendo país”. “Estamos falando sobre comércio, estamos comercializando muito, mais que antes. E temos muito o que discutir”.

Bolsonaro ressaltou apoio à reeleição de Trump em 2020 e revelou ser um grande admirador do presidente americano – Instagram/Reprodução

Bolsonaro em queda 

O que talvez o republicano não soubesse é que, no dia anterior, pesquisa Ibope registrou a maior taxa de rejeição do governo desde janeiro, com 32% de desaprovação.

Assim, o percentual dos que avaliam o governo como ruim ou péssimo subiu de 27% para 32% em junho, enquanto a população que avalia o governo como ótimo ou bom caiu de 35% para 32%.

Além disso, de acordo com a pesquisa, o índice de desaprovação sobre como Jair Bolsonaro governa também subiu,  de 40% para 48%. Enquanto, em abril, 51% aprovavam a gestão, hoje o percentual foi reduzido para 46%.

Quanto à confiança em Bolsonaro, o índice caiu de 51% para 46%, e o percentual de entrevistados que afirmaram não confiar no presidente subiu de 45% para 51%.

Ainda em comparação com abril, as perspectivas com relação ao restante do governo de Jair Bolsonaro também registrarem piora: de 45%, passou para 39% o índice de entrevistados que acreditam que a gestão será ótima ou boa nos próximos anos. Aqueles que indicaram uma perspectiva regular passou de 25% para 27% e, aqueles que possuem uma perspectiva ruim, aumentou de 23% para 29%.

A pesquisa CNI-Ibope do segundo trimestre de 2019 foi realizada entre 20 e 26 de junho, com 2 mil pessoas em 126 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. Com informações do jornal O Globo. 

1
Bolsonaro deixa o PSL para fundar um novo partido político
O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 12, que vai deixar o Partido Social Liberal (PSL) após quase dois anos …
2
Entenda a crise política na Bolívia em 8 minutos
Após 13 anos no poder, o presidente boliviano Evo Morales renunciou ao cargo no último domingo, 10, em meio a …
3
DPVAT e INSS: os impactos das medidas de Bolsonaro para a população
O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPs) que prometem mudar a vida dos brasileiros. O anúncio foi feito …
4
O retrato da violência doméstica no Brasil
Cerca de 13 mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil.  Em uma conta rápida, isso significa 4.750 mortes por …
5
O ambicioso plano de Paulo Guedes para a economia do Brasil
“Transformar o Estado Brasileiro” é o que pretende o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o pacote de ações que …
6
O que acontecerá com Lula e outros presos após a decisão do STF?
Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu mudar o entendimento sobre a prisão de condenados em …
7
03:52
No Brasil, 13,5 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema
Dados da última edição da Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, que analisa a qualidade de vida da população, mostra …
8
03:58
Por que o câncer do prefeito de SP está cada vez mais comum ?
Diagnosticado com um tumor no sistema digestivo, aos 39 anos, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresenta um …