Em apoio a Bolsonaro, dono da Havan suspende propagandas na Globo

Em nota, o empresário Luciano Hang diz que emissora faz 'desserviço à nação'

Por: Redação

A Havan anunciou na manhã desta quinta-feira, 7, que suspendeu a veiculação de campanhas publicitárias nos intervalos de vários programas da Globo.

“Não compactuamos com o jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional e estamos sendo cobrados pela sociedade e nossos clientes”, diz o comunicado assinado pelo dono da empresa, Luciano Hang, apoiador do presidente.

Sem citar diretamente o presidente Jair Bolsonaro, Luciano Hang diz na nota que “as eleições do ano passado mostraram que a grande maioria dos brasileiros quer mudança” e diz que a Globo faz “desserviço à nação” e é “contra os costumes da família brasileira”.

Ainda segundo a nota publicada nas redes sociais, a rede de lojas informa não serão permitidos anúncios nos intervalos dos telejornais “Bom Dia Brasil”, “Jornal Hoje”, “Jornal Nacional”, “Jornal da Globo”, e dos programas como “Malhação” e “Caldeirão do Huck”.

GLOBO RESPONDE OFENSAS DE JAIR BOLSONARO SOBRE O CASO MARIELLE

A Havan tem mais de 130 lojas espalhados pelo país e seu dono é dos principais apoiadores de Bolsonaro.

Boicote a Globo

No final de semana outras duas empresas –Rede de Supermercados Condor e a Habitec Imóveis– anunciaram que deixarão de veicular publicidade na TV Globo em apoio a Bolsonaro.

A iniciativa é uma resposta à reportagem do “Jornal Nacional”, exibida no final de outubro, que revelou com exclusividade o depoimento à polícia do porteiro do condomínio onde mora o presidente na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Em duas ocasiões, ele disse ter recebido autorização do “senhor Jair” para deixar entrar no residencial Élcio de Queiroz, um dos acusados de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes.

1
Bolsonaro deixa o PSL para fundar um novo partido político
O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 12, que vai deixar o Partido Social Liberal (PSL) após quase dois anos …
2
Entenda a crise política na Bolívia em 8 minutos
Após 13 anos no poder, o presidente boliviano Evo Morales renunciou ao cargo no último domingo, 10, em meio a …
3
DPVAT e INSS: os impactos das medidas de Bolsonaro para a população
O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPs) que prometem mudar a vida dos brasileiros. O anúncio foi feito …
4
O retrato da violência doméstica no Brasil
Cerca de 13 mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil.  Em uma conta rápida, isso significa 4.750 mortes por …
5
O ambicioso plano de Paulo Guedes para a economia do Brasil
“Transformar o Estado Brasileiro” é o que pretende o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o pacote de ações que …
6
O que acontecerá com Lula e outros presos após a decisão do STF?
Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu mudar o entendimento sobre a prisão de condenados em …
7
03:52
No Brasil, 13,5 milhões de pessoas vivem na pobreza extrema
Dados da última edição da Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, que analisa a qualidade de vida da população, mostra …
8
03:58
Por que o câncer do prefeito de SP está cada vez mais comum ?
Diagnosticado com um tumor no sistema digestivo, aos 39 anos, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresenta um …