Em Saragoça, um quinto dos habitantes vai de bike ao trabalho

Enquanto isso, em São Paulo, o número de viagens feitas de moto ou carro cresceu 21% nos últimos cinco anos

Por: Redação
J.M. Marco
Crise econômica também colabora para que os habitantes da cidade deixem de usar veículos motorizados privados

Como consequência de investimentos em infraestrutura para bicicletas – construção de 100 km de ciclovias e implementação de um sistema de empréstimos -, a cidade espanhola de Saragoça tem presenciado um aumento no uso das magrelas. Atualmente, um quinto dos habitantes vai de bike ao trabalho.

O dado é de um levantamento feito pelo município, que também fez um perfil dos usuários de bicicleta. A maioria dos que pedalam é composta de homens entre 46 e 55 anos. As principais razões que levam as pessoas a usarem bikes são a melhoria na saúde e a prática de exercício físico.

Enquanto isso, em São Paulo, a situação é oposta. Segundo uma pesquisa de mobilidade feita pela Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, o número de viagens feitas de moto ou carro cresceu 21% nos últimos cinco anos.

Via Mobilize.