Em visita ao litoral de SP, Bolsonaro tira máscara e contraria Doria

Em julho, o governador Doria afirmou que se Bolsonaro viesse a São Paulo teria que usar máscara, caso contrário seria multado

Por: Redação

Jair Bolsonaro demonstrou mais uma vez que não está nem aí para as recomendações de distanciamento social por conta da pandemia do novo coronavírus. Em visita a São Vicente, no litoral de SP, nesta sexta-feira, 7, o presidente tirou a máscara por alguns segundos para tirar fotos e cumprimentar um homem com um aperto de mão e um abraço.

Em julho, o governador João Doria (PSDB) afirmou que se Bolsonaro viesse a São Paulo teria que usar máscara, caso contrário seria multado.

Bolsonaro
Crédito: Isac Nóbrega/PRBolsonaro tira a máscara em visita a São Vicente, e desdenha de João Doria

A lei prevê multa de R$ 500 a qualquer cidadão que estiver sem máscara em espaços públicos.

“Aqui (São Paulo) é lei. O presidente Jair Bolsonaro, se vier ao estado de São Paulo, deverá usar máscara, como todos os cidadãos. A lei em São Paulo vale para todos”, disse Doria na ocasião.

Bolsonaro esteve em São Vicente para vistoriar as obras de revitalização da Ponte dos Barreiros. Em seguida, ele recebeu homenagem na Câmara de Vereadores da cidade.

Bolsonaro
Crédito: Isac Nóbrega/PRBolsonaro é recebido com festa em São Vicente (SP) por alguns apoiadores sem máscara

‘Vamos tocar a vida’

Ontem, em live, presidente Jair Bolsonaro disse que é preciso tocar a vida e buscar formas de superar o novo coronavírus, referindo a marca de 100 mil mortos pela doença –que será atingida neste fim de semana.

“A gente lamenta todas as mortes, está chegando ao número 100 mil… mas vamos tocar a vida e buscar uma maneira de se safar desse problema”, disse o presidente, ao lado do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

Compartilhe: