Enem 2016: quadruplica uso do nome social por trans e travestis

Por: Redação

O número de candidatos travestis e trans que vão usar o nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 é quatro vezes maior do que em 2014, primeiro ano da medida. Nesta edição serão 408 pessoas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Nesta edição do Enem, 408 pessoas deverão usar o nome social
Nesta edição do Enem, 408 pessoas deverão usar o nome social

No total, 842 pessoas que se inscreveram no Enem 2016 pediram para usar o nome social, mas menos da metade teve o pedido aceito porque cumpriu os requisitos — o envio de documentos exigidos dentro do prazo.

Com a solicitação autorizada, os candidatos terão a impressão do nome social no cartão de resposta e a alocação em uma sala de provas de acordo com a ordem alfabética.

Em 2014, 102 pessoas trans usaram o nome social na prova. Já em 2015, esse número passou para 278. A edição 2016 do Enem acontece nos dias 5 e 6 de novembro.

Compartilhe: