Equipe da GloboNews é atacada com pedras ao vivo

Repórteres fizeram desabafos nas redes sociais

Por: Redação
Cecilia Flesch estava ao vivo quando aconteceram os ataques

A equipe de reportagem do “Jornal da GloboNews” foi apedrejada durante uma transmissão ao vivo na manhã desta quinta-feira, 7, na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro (RJ).

Uma pessoa que passava pelo local atirou pedras nos jornalistas e cinegrafistas. A repórter Cecilia Flesch usou seu perfil no Twitter para lamentar o ocorrido.

“Nossa equipe acabou de ser atacada, durante uma entrada ao vivo no jornal da @GloboNews , com uma pedrada. @dondossola sentiu a pedrada na perna e o cinegrafista na mão. Não podemos admitir ataques a jornalistas dessa forma! Uma pedrada!”, escreveu.

Edivaldo Dondossola, outro jornalista que estava no local, também comentou o episódio e revelou que o ataque não o feriu gravemente.

“Obrigado pela solidariedade de todos. Apesar do susto ao vivo, estamos bem. A pedra – atirada contra nossa equipe – acertou a mão do repórter cinematográfico Henrique Lima e a minha perna. Felizmente, nada grave. Mas não deixa de ser lamentável ver do que as pessoas são capazes”, desabafou.

No último dia 30, um homem interrompeu uma transmissão ao vivo da Rede Globo na manhã desta quarta-feira, 30, e mostrou o dedo do meio para a câmera, o que deixou a repórter incomodada.

Na ocasião, a jornalista Michelle Loreto falava sobre a menor procura por hotéis em São Paulo por causa da greve dos caminhoneiros, quando foi surpreendida pelo gesto obsceno do pedestre.

Ao presenciar o ato, Michelle não hesitou e falou: “Que feio isso, moço”, e prosseguiu noticiando os fatos da matéria.

Outro episódio de violência contra a Globo foi durante a greve dos caminhoneiros. A equipe de jornalistas foi expulsa de uma passarela em uma rodovia. Confira no LINK.

Leia também:

Compartilhe: