Está liberado o pagamento do abono salarial PIS-Pasep 2018-2019

A estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores

Por: Redação

Está disponível a partir desta quinta-feira, 26, o pagamento do abono Salarial PIS-Pasep calendário 2018-2019 (ano-base 2017).

O benefício é voltado para trabalhadores da iniciativa privada nascidos em julho e servidores públicos com final da inscrição 0. O abono pode variar entre R$ 80 e R$ 954, de acordo com o período em que a pessoa trabalhou em 2017.

Divulgação/Caixa Econômica
Crédito: Divulgação A estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores

Trabalhador com carteira assinada que recebeu, em média, até 2 salários mínimos mensais e exerceu atividade durante, pelo menos, 30 dias em 2017  está entre os beneficiados. É necessário estar inscrito no PIS/Pasep no mínimo há cinco anos e contar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais. (Rais).

Além disso, será retomado o pagamento do abono salarial PIS/Pasep ano-base 2016. Com a prorrogação do prazo, o período para saques do abono salarial referente a 2016  segue até 30 de dezembro.

Assim, quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberá o benefício ainda neste ano. Enquanto beneficiários nascidos entre janeiro e junho receberão no primeiro trimestre de 2019. Nas duas situações, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o recebimento.

Onde retirar e documentos necessários 

Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep. A estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores.

 Para saber se tem direito e como sacar

Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil. Com informações do G1. 

Compartilhe:

1
Policiais Antifascismo falam sobre atuação da PM em Paraisópolis
Com 60 mil mortes violentas por ano, a questão da segurança pública no Brasil é alvo constante do debate que …
2
Roraima: violência doméstica no estado com mais mortes de mulheres
Roraima é o estado com a menor concentração de pessoas no Brasil. Ainda assim, a violência contra mulher lá é …
3
Greta Thunberg: pirralha para Bolsonaro, personalidade para Time
A jovem sueca Greta Thunberg é hoje um dos principais nomes da causa ambiental mundial. Ela transformou a sua greve …
4
Moda e consumo consciente na periferia: conheça o Brechó do Barulho
A periferia domina a moda sustentável. O movimento de trocar e emprestar sempre esteve presente nas quebradas de todo o …
5
Djonga, Criolo e Cynthia Luz comentam ‘volta’ do AI-5
A Catraca Livre e o rapper V.A.L.E, do grupo MR-13 e Batalha da Matrix, colaram no Festival Sons da Rua, …
6
Podemos decide expulsar o deputado Marco Feliciano do partido
A diretoria do partido Podemos em São Paulo decidiu na segunda-feira, 9, expulsar o deputado federal Pastor Marco Feliciano da …
7
Joice Hasselmann fala sobre o Pavão Misterioso e o Gabinete do Ódio
Pavão Misterioso, Gabinete do Ódio de Bolsonaro e muitas outras questões foram abordadas no depoimento da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) …
8
Os principais pontos do pacote anticrime de Moro aprovado pela Câmara
A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, 4, o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro. O conjunto de …