Estudante de moda denuncia comentários racistas feitos por professoras

Por: Redação
Facebook/ reprodução
Única aluna negra na turma, Gabriela Monteiro compartilhou em tom de protesto episódios de preconceito e racismo em sala de aula

A aluna do curso de Design de Moda da PUC-Rio, Gabriela Monteiro, de 26 anos, publicou nesta semana um texto no Facebook (leia aqui) em que relata episódios de constrangimento motivados por comentários racistas feitos por duas professoras em sala. A estudante também registrou queixa na 12ª DP, em Copacabana. As informações são do jornal O Globo.

No texto, Gabriela conta que as professoras fizeram piadas e comentários preconceituosos sobre cabelo afro diante dela e da turma em diferentes ocasiões. Em um dos episódios, ela relata: “Havia chegado em sala de aula com meus cabelos soltos, e a professora estava dando orientação para uma aluna, parou o que estava fazendo, e me fez a seguinte pergunta: ‘Qual seu signo, Leão?'”.

Três colegas de turma, que presenciaram os episódios, aceitaram atuar como testemunha no caso. Segundo o jornal, a PUC-Rio informou que as docentes citadas encontram-se de férias e que a instituição não foi notificada sobre a queixa da referida aluna. Em nota, a universidade informou também que, ao ser acionada, busca cumprir o procedimento padrão de se instaurar uma “sindicância interna de apuração, na qual todas as partes são ouvidas”.

“Não quero o mal de ninguém. Mas espero que essas situações de racismo velado sejam combatidas – pontuou. – Desejo que, diante desse episódio, as pessoas reflitam sobre o que falam não só sobre negros, mas índios e gordos, por exemplo. Elas precisam pensar que podem, sim, machucar o outro com uma declaração que pode parecer simples”, declarou Gabriela ao jornal.

Leia a matéria na íntegra no site do jornal O Globo.