Publicidade

Informar

Estudo associa poluição do ar com má qualidade de espermatozoides

Por Conexão Planeta

...
Publicidade
Espermatozoides considerados normais possuem calda longa e cabeça oval, não muito grande

A exposição contínua a poluentes no ar, como partículas finas de matéria (PM2.5), pode deteriorar a qualidade dos espermatozoides. É o que aponta um artigo divulgado na publicação Occupational & Environmental Medicine.

O estudo que foi realizado por pesquisadores das Universidades de Hong Kong e Utrecht, na Holanda, teve a contribuição ainda de cientistas de Taiwan e Xangai.

Feita em Taiwan, a pesquisa avaliou 6.476 homens, entre 15 e 49 anos, durante os anos de 2001 e 2014. Os espermatozoides dos participantes foram analisados, levando em conta concentração, motilidade e morfologia.

Veja o resultado da pesquisa aqui, na íntegra da reportagem.

  • Veja também:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade