Últimas notícias:

Loading...

Governo vai cobrar por SMS devolução do auxílio emergencial irregular

Se cada pessoa devolver ao menos uma parcela de R$ 600, valor recuperado pode chegar a R$ 1,57 bilhão

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O governo federal vai começar a cobrar, via SMS, 2,6 milhões de pessoas que receberam auxílio emergencial sem ter direito ao benefício.

O objetivo é cobrar a devolução dos valores embolsados por pessoas que não preenchiam os requisitos necessários para receber a ajuda criada pelo governo durante a pandemia da covid-19.

auxílio emergencial
Crédito: Marcello Casal Jr./Agência BrasilSaque do auxílio emergencial

O governo espera, com isto, recuperar R$ 1,574 bilhão se cada pessoa que receber a cobrança restituir pelo menos uma parcela de R$ 600.

Em novembro, o governo divulgou que a lista de beneficiários irregulares incluía pessoas com rendimentos acima do limite, com cargos eletivos, militares, servidores públicos, ou mesmo CPFs com alguma irregularidade.

O governo federal lançou um site para facilitar a devolução dos valores recebidos indevidamente. Para isso, é preciso informar o CPF e gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) a ser paga em qualquer outro banco.

Compartilhe: