Greve dos caminhoneiros: como será a segunda-feira em São Paulo

Por: Redação | Comunicar erro
Tags: #transporte
Boa parte da frota de ônibus vai rodar em São Paulo

Depois dos últimos dias caóticos e de incertezas, a segunda-feira (28) do paulistano deve ser controlada. Isso porque os serviços essenciais, como transporte público, ambulância e coleta de lixo estão garantidos, segundo a prefeitura de São Paulo.

O prefeito Bruno Covas disse que não é há necessidade de decretar feriado ou ponto facultativo e que a cidade conseguiu combustível para fazer com que cerca de 60% a 80% da frota de ônibus rode amanhã. A SPTrans informou que na manhã de sábado rodou com 57% da frota.

Neste domingo, ainda está difícil encontrar postos com combustíveis disponíveis na cidade. Por isso, a CET orientou os agentes de trânsito não aplicarem multas aos motoristas que tiverem pane seca nos veículos.  Os fiscais devem fazer apenas a remoção do carro para um local seguro e onde não prejudique o trânsito. Nesta segunda também está mantida a suspensão do rodízio.

Também foi informado que as concessionárias conseguiram adquirir 15 mil litros de combustível para a coleta de lixo domiciliar. Com isso, será possível manter o serviço ao longo da segunda-feira. Já os serviços de varrição de ruas continuam reduzidos, mas a coleta hospitalar, a limpeza pós-feiras livres e o recolhimento de animais mortos estão mantidos.

Saúde

As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-SP) tem combustível para o atendimento até o fim de segunda-feira, bem serviços de transporte de medicamentos e vacinas.

Aulas mantidas

A Secretaria Municipal de Educação informou que as escolas da rede municipal abrirão as portas na segunda-feira, com a oferta de merenda, que terá um cardápio especial, elaborado com supervisão da Coordenadoria de Alimentação Escolar, de acordo com os insumos disponíveis em estoque. Algumas fornecedoras de merenda terceirizada estão com dificuldade para obter gás de cozinha. A Prefeitura realiza esforços para sanar o problema.

O governo do estado de São Paulo anunciou que, após acordo com representantes de caminhoneiros, quase 80% dos bloqueios foram liberados. Às 7h deste domingo, eram 35 interrupções em rodovias estaduais e 2 em rodovias federais.

Leia também:

Compartilhe: