Últimas notícias:

Loading...

Homem é preso após jogar tinta vermelha no Palácio do Planalto

Manifestante disse que ato é contra "genocídio da juventude brasileira"

Por: Redação

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira, 8, após jogar uma lata de tinta vermelha em frente à rampa do Palácio do Planalto. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (8). A ação ocorreu após uma manifestação contraria ao governo Bolsonaro no local.

Segundo testemunhas, o homem usava uma camisa branca manchada de tinta vermelha gritando “genocídio”. Ele tentou fugir, mas foi pego pelos seguranças e levado para dentro do prédio.

Crédito: Reprodução/TVLata de tinta vermelha foi arremessada por manifestantes, em ato contra o governo do presidente Jair Bolsonaro

A ação foi gravada por uma equipe da BandNews. Nas imagens, o homem, que não foi identificado, afirma que há um “genocídio contra a juventude brasileira”.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


“Estou aqui pelo povo brasileiro, pela juventude brasileira. É a sétima juventude mais assassinada do mundo. Não tem uma política pública, isso é um protesto”, afirmou antes de ser levado pelos seguranças.

Em nota, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) afirmou que o Palácio do Planalto “foi vítima de um ato de vandalismo” e lembrou que o conjunto arquitetônico é tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). O órgão ainda confirmou que o homem responsável pelo ato foi detido e a tinta já foi removida.

Compartilhe: