Últimas notícias:

Loading...

Homem teve ajuda de bombeiros para se despedir da mãe em asilo

Proibido de entrar no local, ele foi levado até a janela do segundo andar para poder dar adeus

Por: Redação

Scott Wolf precisava de despedir de sua mãe, Jean Wolf, de 94 anos, uma professora aposentada. Ela era uma das moradoras de um asilo localizado em Bridgewater, na Virgínia (EUA). Já estava mal desde abril deste ano, a hora de partir estava próxima, então a casa decidiu avisar a família.

Homem teve ajuda de bombeiros para se despedir da mãe em asilo
Crédito: DivulgaçãoHomem teve ajuda de bombeiros para se despedir da mãe em asilo

Por conta das medidas de segurança da Covid-19, o local suspendeu completamente as visitas, exceto para parentes de residentes que estavam morrendo.

O que seria o caso de Scott, caso ele não estivesse acompanhando sua esposa no hospital durantes as sessões de quimioterapia nos últimos tempos. Por conta disso o rapaz não teve permissão para entrar no local, então, teria que dar outro jeito de finalmente poder se despedir.

Foi aí que Sarah Petty, coordenadora da casa de idosos, teve uma ideia para ajudar Scott: convocou os bombeiros. Uma pessoa com ligações próximas ao Corpo de Bombeiros local ajudou Sarah a providenciar um caminhão que colocasse Scott na janela do segundo andar, onde ficava o quarto de sua mãe.

Scott foi devidamente equipado para subir em uma cabine suspensa, que levou ele até a janela do quarto de sua mãe. A coordenadora  tinha conseguido autorização para abrir a janela do quarto de Jean e foi assim que mãe e filhos puderam se ver pela última vez.

Ele visitou a mãe um dia antes dela morrer
Crédito: DivulgaçãoEle visitou a mãe um dia antes dela morrer

“Eu estava tentando pensar fora da caixa para colocar esse cara no segundo andar para se despedir“, disse Sarah.

Sarah já é conhecida pelas atitudes de gentileza e seus esforços para o pleno funcionamento e conforto da casa. Ela chegou até pensar, primeiramente, em usar uma escada extensível ou até mesmo construir uma plataforma que ajudasse Scott subir até o quarto.

“Fiquei tão feliz por poder vê-la. Não sei como descrever. Estou tão feliz por ter podido fazer uma última visita com ela”, disse o filho.

Sarah Petty disse que foi um dia muito emocionante para a equipe, todos ficaram emocionados com o ocorrido. Jean Wolf, faleceu no dia seguinte da visita.

Compartilhe:

?>