Últimas notícias:

Loading...

Igreja evangélica no RS promete ‘imunização’ contra coronavírus

O culto da Igreja Catedral Global do Espírito Santo foi transmitido pela internet

Por: Redação

A Policia Civil do Rio Grande do Sul abriu um inquérito para investigar um culto da Igreja Catedral Global do Espírito Santo, em Porto Alegre, que prometia imunização contra o coronavírus.

A autoproclamada “Casa dos Milagres” pode ser enquadrada no crime de “charlatanismo ou curandeirismo”.

Crédito: Reprodução/FacebookCartaz da igreja Catedral Global do Espírito Santo anunciando culto que prometeu unção contra coronavírus.

O culto chamado “O Poder de Deus contra o Coronavírus” ocorreu no último domingo, 1, e foi transmitido ao vivo pela internet.

Durante o culto de quase três horas, o pastor Sílvio Ribeiro comentou diversas vezes sobre a Covid-19. Em uma dessas situações ele chegou até mesmo a debochar da situação. “Mas a unção com óleo vai curar coronavírus?”, questionou. Logo depois, ele respondeu que Deus pode curar tudo.

O Ministério Público gaúcho e o Conselho Regional de Medicina do RS também estudam medidas contra o templo religioso.

O Brasil tem dois casos de coronavírus confirmados e outros 488 casos suspeitos. No mundo, a Covid-19 já matou mais de 3.000 pessoas.

Sintomas do novo coronavírus

Os sintomas do novo coronavírus são semelhantes a de um resfriado ou a de qualquer outra virose respiratória e incluem tosse, dificuldade para respirar, dor de garganta, acompanhada de febre. Pessoas infectadas com o novo coronavírus tendem a apresentar quadros mais graves, podendo evoluir para insuficiência respiratória aguda, que é quando o paciente precisa de ajuda de ventilação mecânica.

Como se prevenir

A Covid-19 é uma doença causada pelo novo coronavírus de transmissão respiratória entre pessoas, ou seja, ao tossir ou espirrar, uma pessoa infectada expele gotículas com o vírus. Essas gotículas podem contaminar superfícies e objetos. Outras pessoas podem se infectar ao tocar nesses locais contaminados, levando suas mãos aos olhos, nariz e boca.

Além da higiene frequente das mãos com água e sabão, é recomendável não compartilhar objetos pessoais, como talheres, canudos e toalhas, e também evitar tocar nas mucosas de olhos, nariz e boca, já que essas áreas têm contato direto com a corrente sanguínea e são mais sensíveis à presença de agentes de contaminação.

ilustração ensinando o jeito de lavar as mãos
Crédito: Catraca LivreHábitos de higiene são essenciais na prevenção ao novo coronavírus

Compartilhe: