Irmã de esteticista que ficou detida 11 dias por engano é presa

A prisão de Daniela, porém, não aconteceu sem falhas. O nome que aparecia no mandado contra ela ainda era o da irmã presa por engano

Por: Redação

A irmã da mulher que ficou presa 11 dias por engano neste mês no Rio de Janeiro foi presa, na manhã desta quarta-feira, 26, em Rio das Ostras, no litoral norte do estado fluminense.

Crédito: Reprodução/TVGloboIrmãs Daniela e Danielle

Daniela Estevão Fortes, 24 anos, era procurada acusada de ter assaltado duas lojas de celulares e estava escondida em uma casa no bairro Nova Esperança.

De acordo com a Polícia Militar, a localização veio por uma denúncia anônima no disque-denúncia. Ao ser abordada, Daniela, que estava com o cabelo pintado de loiro, confirmou o nome e apresentou os documentos sem resistência, e assim foi encaminhada para a 128ª Delegacia de Polícia de Rio das Ostras.

Novas falhas

A prisão de Daniela, porém, não aconteceu sem falhas. O nome que aparecia no mandado contra ela ainda era o da irmã presa por engano: Danielle Estevão Fortes, 27 anos.

O delegado Ronaldo Andrade Cavalcante afirmou para o portal UOL que precisou comunicar a 59ª Delegacia de Polícia de Duque de Caxias, de onde saiu o pedido de prisão, para que eles avisassem ao Ministério Público para fazer a correção do documento na Justiça.

A Polícia Civil encaminhou Daniela a prisão quando o mandado correto chegou.

Reencontro

Danielle Estevão Fortes ficou sabendo da prisão da irmã pela imprensa. “O sentimento é de preocupação e alívio. Alívio porque isso acabou, a gente achou ela, ela está bem e vai ficar tudo bem, porque minha família está junto com ela”, disse a irmã presa por engano ao portal UOL.

“Preocupação pelas coisas que possam vir a acontecer por coisas que eu falei em relação às condições do presídio, de como eu fui tratada, em relação às pessoas da rua que estão com raiva, tem gente que não vai entender. Eu tenho receio de a minha irmã sofrer algum tipo de agressão”, completou Danielle.