CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Haddad e Erundina detonam proposta política excludente de Doria

Por: Redação

O candidato à prefeitura de São Paulo, João Doria (PSDB), prometeu que caso seja eleito irá acabar com as seguintes pastas do governo: mulheres, negros, pessoas com deficiência, juventude e LGBT.

As duas últimas pastas citadas não existem na atual gestão, e isso deu a deixa para que o atual prefeito, Fernando Haddad (PT), dissesse que Doria “mostra mais uma vez desconhecer a cidade”, pois nem mesmo conhece as pastas existentes.

Luiza Erundina e Haddad
Luiza Erundina e Haddad

Já a candidata Luiza Erundina (PSOL) disse que Doria, além de autoritário, é excludente. Segundo ela:

“É um absurdo o que esse homem está dizendo que vai fazer. Além da privatização generalizada, ele exclui direitos importantes conquistados ao longo de décadas de luta. Isso mostra o caráter do governo dele se ele chegar lá. Excluir mulheres, deficientes, jovens… Ele vai governar pra quem? Pra minoria que ele representa”.

O valor declarado da campanha para prefeito de Doria está orçado em R$ 20 milhões. O candidato informou que a quantia que não conseguir arrecadar em fundos, sairá do seu próprio bolso.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.