Juiz é repreendido por colegas após rejeitar auxílio-moradia

“Virei a Geni. Fui execrado e até xingado por colegas”, revela juiz que rejeitou auxílio-moradia.

Por: Redação | Comunicar erro

“Imoral, indecente e antético”, assim, há três anos, o juiz Celso Fernando Karsburg classificou o auxílio-moradia estendido a todos os magistrados do país desde 2014, por meio de decisão do ministro Luiz Fux.

Quando abriu mão do pagamento de R$ 4.300, não tardou para que Karsburg fosse repreendido pelos colegas de profissão.“Virei a Geni. Fui execrado e até xingado por colegas”, conta o titular da 1ª Vara do Trabalho de Santa Cruz do Sul (RS).

Apesar disso, o juiz garante não se arrepender  da decisão, já que possui casa própria na cidade em que trabalha. “Foi uma questão de consciência. O auxílio não está previsto na Constituição e foi transformado num legítimo fura-teto. Se isso não é desvio de finalidade, não sei o que mais poderia ser”, critica.

Magistrados defendem benefício

Em meio à discussão sobre os penduricalhos, nas últimas semanas, dirigentes de associações de magistrados foram ao Supremo pedir a manutenção do privilégio.

A atitude constrangeu Karsburg, que também condenou declarações como a do juiz Sergio Moro, favorável ao benefício por  compensar a “falta de reajuste dos vencimentos”.  “O que mais constrange é ver juízes e desembargadores admitindo que o auxílio virou complementação de renda”, diz Karsburg. Ele lembra que os colegas embolsam o benefício sem descontar Imposto de Renda e contribuição ao INSS.

Dos quase 300 juízes do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, só 12 abriram mão do benefício. A situação se repete em Cortes espalhadas por todo o país. “A maioria dos colegas optou pelo silêncio. É cômodo não dizer nada e continuar recebendo”, critica Karsburg. Confira a nota completa na coluna de Bernardo Mello Franco. 

Compartilhe:

1 / 8
1
02:09
Maioria reprova mudanças para o trânsito propostas por Bolsonaro
De acordo com uma pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo, dia 14, a maioria da população reprova o projeto de lei …
2
02:00
Jair Bolsonaro volta a defender filho Eduardo na embaixada nos EUA
Alvo de críticas desde a última semana por indicar Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, …
3
04:13
Eduardo Bolsonaro ganha bolsa embaixada de seu pai
O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que pretende indicar seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, como embaixador do …
4
06:27
Previdência: entenda como pode ficar a sua aposentadoria
A Câmara dos Deputados aprovou com 379 votos o texto-base da reforma da Previdência. No entanto, a proposta ainda pode …
5
01:58
Desastre na Bahia: Barragem se rompe e moradores deixam suas casas
Uma barragem se rompeu na cidade de Pedro Alexandre, a 435 quilômetros de Salvador, na Bahia, na manhã desta quinta-feira, …
6
16:59
Glenn no Senado: confira os principais momentos do depoimento
O jornalista Glenn Greenwald, editor do portal The Intercept Brasil, foi ao Senado prestar esclarecimento sobre o vazamento das mensagens …
7
03:14
Dimenstein: Por que eu defendo a reforma da previdência?
A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 10, o texto principal da reforma da Previdência. O placar foi de 379 votos a …
8
03:22
Dimenstein: por que eu defendo Tabata Amaral?
Em meio à polêmica envolvendo a votação pela reforma da Previdência, que aconteceu nesta quarta-feira, 10, no plenário da Câmara, …