Lava Jato denuncia Lula por lavagem de R$1 mi em negócio na Guiné

Ex-presidente teria recebido o dinheiro mascarado como doação da empresa ao Instituto Lula, entre setembro de 2011 e junho de 2012

Por: Redação
Lula
Crédito: José Cruz/Agência Brasil O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

A Força Tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira, 26, pelo crime de lavagem de dinheiro.

Segundo a denúncia, o petista teria recebido R$ 1 milhão para intermediar discussões entre o governo de Guiné Equatorial e o grupo brasileiro ARG para a instalação da empresa no país.

De acordo com o Ministério Público Federal, o ex-presidente recebeu o dinheiro mascarado como doação da empresa ao Instituto Lula, entre setembro de 2011 e junho de 2012.

Além de Lula, o MPF também denunciou o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, pelos crimes de tráfico de influência em transação comercial internacional e lavagem de dinheiro. Como Lula tem mais de 70 anos, o crime de tráfico de influência prescreveu em relação a ele, mas não para o empresário.

Segundo o Ministério Público, Geo pediu a Lula para que interviesse junto ao presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, para que o governo continuasse realizando transações comerciais com a ARG.

Compartilhe: