Leve melhora da economia ‘freia’ perda de popularidade de Bolsonaro

Pesquisa Datafolha revela que parte da população voltou a ter expectativa positiva em relação à economia

Por: Redação

A lenta retomada da economia fez a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) parar de crescer. É o que revela pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo, 8, da Folha.

Segundo o instituto, a taxa de aprovação oscilou de 29% para 30% na primeira semana de dezembro, dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Crédito: Alan Santos/PRA lenta retomada da economia fez a reprovação ao governo Bolsonaro se estabilizar

A taxa de reprovação ao governo, que tinha crescido de 30% para 38% nos primeiros oito meses do ano oscilou negativamente para 36%, variação que também está dentro da margem de erro do instituto, aponta reportagem de Ricardo Balthazar.

Ainda de acordo com a pesquisa, 43% dos entrevistados acham a situação econômica do país vai melhorar –em agosta eram 40%. Já 31% entendem que vai ficar como está –mesma porcentagem da última–, e 24% responderam que vai piorar –eram 26% em agosto.

De acordo com o Datafolha, 25% aprovam o trabalho da equipe econômica do atual governo.

O Datafolha entrevistou 2.948 pessoas em 176 municípios do país na última quinta e sexta-feira.

Compartilhe: