Últimas notícias:

Loading...

Mabel pede demissão e é o 4º assessor de Temer a deixar o cargo

O ex-deputado era responsável pela negociação política com o Congresso Nacional e a interlocução com empresários

Por: Redação

Após a exoneração de Tadeu Filippelli, preso em operação da Polícia Federal, o ex-deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) pediu demissão a Michel Temer nesta terça-feira, dia 23. Ele é o quarto assessor especial da Presidência da República a sair do cargo.

A função do assessor especial, que despacha no mesmo andar do gabinete presidencial no Palácio do Planalto, é auxiliar em temas estratégicos à presidência. Além de Filippelli e Mebel, também saíram Rodrigo Rocha Loures e José Yunes.

Crédito: Antonio Cruz/ Agência BrasilO ex-deputado Sandro Mabel

De acordo com informações da “Folha de S.Paulo“, Mabel era responsável pela negociação política com o Congresso Nacional e a interlocução com empresários.

Na Operação Lava Jato, o ex-deputado foi acusado por delator de ter pedido dinheiro para aprovar uma emenda a uma medida provisória em 2004, mas ele nega.

Segundo assessores e auxiliares presidenciais, a saída de Filippelli acelerou a decisão de Mabel, que já vinha dizendo que deixaria o cargo. Agora, resta somente o advogado Gastão Toledo como assessor presidencial.

  • Saiba mais:

Compartilhe:

?>