Últimas notícias:

Loading...

Marca de roupas de Ivanka Trump estaria usando trabalho escravo

Por: Redação
 

A marca de roupas G-III Apparel, que pertence ao grupo proprietário de Ivanka Trump, filha de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, estaria utilizando trabalho de uma fábrica chinesa citada por um relatório que denúncia casos de trabalho escravo. De acordo com o jornal “Washington Post”, entre as regularidades da fábrica estão semanas com 60 horas de trabalho e pagamento de US$  1 por hora para seus empregados.

O relatório foi divulgado pela “Fair Labor Association”, uma organização que promove a defesa dos direitos dos funcionários a nível internacional. Além das irregularidades em relação ao excesso de horas extras e salários muito abaixo dos estabelecidos em outras regiões da China, a fábrica também é acusada de amplos volumes de tarefas para os empregados.

Apesar da denúncia, o jornal norte-americano admite que não está claro se as mercadorias com a marca de Ivanka Trump são realmente produzidas na fábrica inspecionada pelo relatório. Apesar de o país ser o principal produtor das roupas assinadas por Ivanka, sua empresa também trabalha com companhias de Bangladesh e diversos países da América do Sul.

Ainda segundo a publicação, a polêmica em relação ao suposto uso de trabalho escravo pela marca de Ivanka Trump estaria ofuscando as campanha sque ela vem fazendo para que os norte-americanos comprem apenas produtos “made in USA” e de empoderamento feminino no local de trabalho.

  • Leia mais:

Compartilhe:

Tags: #Direitos
?>