Últimas notícias:

Loading...

Marinho recebe proteção policial depois de denúncia contra Flávio Bolsonaro

Empresário do Rio fez acusações graves ao senador Flávio Bolsonaro

Por: Redação

Paulo Marinho, o empresário que fez acusações graves ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), e sua família receberão proteção policial.  Marinho relatou, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, que Flávio Bolsonaro foi avisado com antecedência por um membro da Polícia Federal (PF) sobre a deflagração da Operação Furna da Onça.

“Em função de novas circunstâncias surgidas nas últimas horas, solicitei ao governador do RJ proteção policial à minha família e, após criteriosa análise das autoridades envolvidas, fomos atendidos”, escreveu o empresário no Twitter.

Entenda o caso

Segundo Marinho, um dos mais importantes apoiadores de Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial de 2018 e suplente de Flávio, disse que policiais teriam segurado a operação para que ela não influenciasse o resultado das urnas.

O empresário também contou que Flávio Bolsonaro foi aconselhado a demitir Fabrício Queiroz e a filha. Os dois foram exonerados no dia 15 de outubro de 2018.

Em dezembro do mesmo ano, ainda de acordo com o depoimento, Flávio estava “absolutamente transtornado” com o escândalo de Queiroz, que já estampava as manchetes de todos os jornais.

Queiroz é acusado de operar um esquema de “rachadinha”, coagindo funcionário do gabinete a devolver parte de seus salários.

O Ministério Público do Rio investiga o caso e acredita que Flávio tenha se beneficiado do esquema, levando cerca de R$2,3 milhões através de lavagem de dinheiro com uma loja de chocolates e negociações de imóveis.