Milton Ribeiro, ministro da Educação diz que está com covid-19

Há 4 dias foi realizada sua cerimônia de posse com a presença de diversos ministros do governo Bolsonaro

Por: Redação

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou em suas redes sociais nesta segunda-feira, 20, que foi contaminado pelo novo coronavírus e contraiu a covid-19.

Crédito: Isac Nóbrega/Presidência da RepúblicaMilton Ribeiro, ministro da Educação diz que está com covid-19

“Acabo de receber agora pela manhã resultado positivo para COVID. Já estou medicado e despacharei remotamente”, afirmou o chefe do Ministério de Educação (MEC).

Nesta segunda-feira, enquanto o ministro anuncia ter contraído a covid-19, o Congresso Nacional intensifica as negociações para a renovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O Fundeb é um dos principais desafios do MEC este ano, isso porque o fundo é a principal fonte de recursos da educação básica, respondendo por mais de 60% do financiamento de todo o ensino básico do país, etapa que vai do infantil ao ensino médio. O fundo é composto por percentuais das receitas de vários impostos. Atualmente, cerca de 40 milhões de estudantes da rede pública são atendidos pelos recursos do financiamento.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Crédito: Isac Nóbrega/Presidência da RepúblicaMilton Ribeiro, ministro da Educação diz que está com covid-19

O ministro da Educação tomou posse do cargo na última quinta-feira, 16. Milton Ribeiro é o quarto a chefiar o MEC, em 1 ano e meio de governo do presidente Jair Bolsonaro.

Há duas semanas, Bolsonaro anunciou que contraiu a Covid-19. Desde então, ele vem trabalhando na residência oficial do Palácio da Alvorada e participou da posse de Ribeiro por videoconferência. Mas, presencialmente estiveram na cerimonia 14 ministros de governo.

  • Braga Netto, da Casa Civil;
  • Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral;
  • Ernesto Araújo, das Relações Exteriores;
  • Fábio Faria, das Comunicações;
  • Paulo Guedes, da Economia;
  • André Mendonça, da Justiça e Segurança Pública;
  • Augusto Heleno, do GSI;
  • Damares Alves, dos Direitos Humanos;
  • Bento Albuquerque, de Minas e Energia;
  • Ricardo Salles, do Meio Ambiente;
  • Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo;
  • Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo;
  • Roberto Campos Neto, do Banco Central;
  • Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia.

Também nesta segunda-feira, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que contraiu a doença.