Ministro da Cidadania prevê 13º para o Bolsa Família

Osmar Terra também falou que a fusão da Cidadania com os antigos ministérios não vai fazer com que os assuntos percam importância

Por: Redação
Ministro da Cidadania diz que fusão não vai tirar a força de ministérios da Cultura, Esporte e Desenvolvimento Social extintos pelo novo governo
Crédito: Marcello Casal Jr./Agência BrasilMinistro da Cidadania diz que fusão não vai tirar a força de ministérios da Cultura, Esporte e Desenvolvimento Social extintos pelo novo governo

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse durante seu discurso de posse nesta quarta-feira, 2, que o governo deverá liberar o 13º salário para usuários cadastrados no Bolsa Família no fim de 2019.  O investimento para a ação seria de R$ 2,5 bilhões.

Segundo Terra, a pasta também passará por uma avaliação para identificar possíveis fraudes no programa. Outra medida que deseja estimular é a inclusão de jovens de famílias que recebem o benefício no mercado de trabalho.

“Reforçar com a inclusão produtiva e ter pelo menos um jovem por família com a oportunidade de fazer um curso técnico ou de receber microcrédito”, afirmou.

A pasta da Cidadania foi criada a partir da fusão dos antigos ministérios da Cultura, Esporte e Desenvolvimento Social. A respeito disso, Terra  afirmou que as atribuições dessas áreas serão mantidas porque avalia que são de grande importância. O desafio seria organizar a estrutura para que todas os assuntos sejam contemplados.

Compartilhe: