Mísseis antiaéreos farão parte de segurança de posse de Bolsonaro

Esquema será inédito no país para esse tipo de evento, afirma o governo

Por: Redação | Comunicar erro

O maior esquema de segurança da história do Brasil, afirma o governo, foi planejado para a cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, em 1º de janeiro.

Crédito: Reprodução/TV GloboArtilharia das Forças Armadas disponibilizada para a posse de Jair Bolsonaro

O plano apresentado pelo Exército e pela FAB (Força Aérea Brasileira) nesta sexta-feira, 28, inclui dois mísseis antiaéreos guiados a laser, que podem abater aviões num raio de 7 km de distância, um radar portátil que identifica aeronaves em baixa altitude, parte da Esplanada dos Ministérios cercada com concertina, um arame farpado com lâminas e também fechada para carros já a partir deste sábado, 29, segundo o portal G1.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do DF, este é o maior esquema já montado para um evento do tipo na capital federal e também a primeira vez que estes equipamentos serão usados numa posse.

A equipe de segurança também será de grande porte: serão mais de 3.200 policiais militares, civis, federais e bombeiros, além de oficiais das Forças Armadas.

Haverá barreiras (quatro) de revista na Esplanada: quanto mais próxima a pessoa estiver da Praça dos Três Poderes, mais rigoroso será o controle pelo qual ela terá de passar, incluindo um detector de metais no Palácio do Planalto e ao longo do percurso, de forma aleatória, informa a Agência Brasil.

Segundo o porta-voz da PM, Major Michelo Bueno, a população só poderá passar pelas barreiras com frutas e pacotes de biscoitos, preferencialmente em sacola transparente. Pontos de distribuição de água serão montados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

O público poderá assistir à cerimônia, desde que não leve: garrafas, objetos cortantes, bolsas e mochilas, sprays, máscaras, fogos de artifício, guarda-chuvas, carrinhos de bebê.

Banheiros químicos também estarão à disposição da população ao longo da Esplanada. Ainda segundo o porta-voz da PM, o acesso da população ao evento será exclusivamente pela Rodoviária do Plano Piloto, a partir daquele ponto, ele ressalta que as pessoas que quiserem assistir à posse terão que descer a Esplanada a pé. Bicicletas, skates e patins, por exemplo, não serão admitidos.

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilEquipe de segurança faz ensaio para posse do presidente eleito Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios

Lago

Com um esquema inédito de segurança, as regras não se limitarão à Esplanada dos Ministérios. Até a navegação no Lago Paranoá, um dos mais importantes cartões postais da Capital Federal, será limitada. Segundo nota da Marinha do Brasil, entre os dias 30 de dezembro de 2018 e 02 de janeiro de 2019, “estará terminantemente proibida a permanência de embarcações a uma distância inferior a 100 metros da Ponte JK e 50 metros das demais pontes e barragem do Lago Paranoá, as quais estarão sob constante vigilância da Capitania Fluvial de Brasília, com o propósito de garantir a segurança dessas obras e do tráfego aquaviário no seu entorno”

Segundo o Comando do 7º Distrito Naval, quem não respeitar a advertência será tratado como “uma ameaça à segurança, consequentemente, um risco à navegação, estando sujeitas à rigorosa inspeção, seguida de apreensão’.

Céu

Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB) também foram planejadas ações de reforço na defesa aérea e no controle de tráfego aéreo. Caças sobrevoarão a área de segurança delimitada para impedir que aeronaves não autorizadas se aproximem.

Pelo planejamento haverá áreas de exclusão, com três níveis de restrição. Nesses locais, somente aeronaves autorizadas irão sobrevoar. As áreas vermelha, amarela e branca serão acionadas ao meio-dia do dia 1º, segundo informou a FAB.

Compartilhe:

1 / 8
1
53s
Operação Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
2
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
3
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
4
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
5
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
6
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
7
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
8
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …