Mulher diz que gata morreu após comer ‘sementes misteriosas’ da China

Moradora de Itapetininga, no interior de SP, plantou as “sementes misteriosas” que recebeu pelos Correios

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Uma moradora de Itapetininga, no interior de SP, afirma que sua gata morreu depois de comer a folha que brotou de uma das “sementes misteriosas” da China que recebeu pelos Correios.

Em entrevista à TV Tem, Marisa Silveira disse que comprou roupas através de um site chinês e recebeu as sementes em um envelope antes das suas encomendas chegarem.

Crédito: Reprodução/TV TEMMoradora de Itapetininga (SP) recebeu pacote com sementes misteriosas após compra em site chinês

Marisa também contou que no envelope não havia nenhum endereço de remetente, mas na embalagem estavam escritos “Express”, “China” e “gratuito”.

Por curiosidade, ela plantou as sementes em um vaso e elas começaram a brotar. A sua gata mais nova comeu uma das folhas e passou mal.

“Comecei a ter problema quando a planta cresceu. A gata mais nova, de nove meses, começou a comer as folhas e ficar doente”.

A moradora de Itapetininga contou que a gata começou a emagrecer e a inchar a barriga. Ela então levou o animal para uma clínica veterinária. No entanto, os exames não detectaram nada. Ainda não se sabe se doença tem relação com às sementes.

'sementes misteriosas
Crédito: Reprodução/TV TEMGata teria morrido após comer folha que nasceu das ‘sementes misteriosas’ da China

Nos últimos dias, o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) recebeu mais de 3º denúncias sobre o relato de pacotes de sementes não solicitadas. Ao todo, oito estados já registraram casos deste tipo.

Na maioria dos casos, as sementes misteriosas vêm junto com produtos comprados pela internet em sites chineses.

A preocupação do Ministério da Agricultura é que essas sementes contaminem as lavouras brasileiras com pragas.

Recebeu sementes misteriosas? Saiba o que fazer

O Ministério da Agricultura emitiu um alerta fitossanitário para que a população tenha cuidado e não abra pacotes com sementes não solicitadas, seja qual for o país de origem.

Caso você receba algum pacote suspeito, o ministério orienta a entrega do material para uma das unidades do Mapa em seu estado ou órgão estadual de defesa (confira aqui a relação).

O pacote não deve ser aberto ou descartado no lixo, a fim de evitar o contato das sementes com solo e prejuízos para as áreas agrícolas e o meio ambiente.

Compartilhe:

Tags:#Mundo