CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Nos dois primeiros meses de 2016, polícia matou 2 pessoas por dia

Em 2015, 798 pessoas foram mortas em "confronto" com as polícias civil e militar em SP

Por: Redação

Nos dois primeiros meses deste ano, 137 pessoas foram mortas pela polícia militar do estado de São Paulo: em média, dois óbitos por dia. Desse total apresentado pela Secretaria de Segurança Pública, 92 foram atingidos por policiais militares e três, por civis, em serviço. De folga, policiais militares mataram 37 pessoas e cinco foram executadas pela Polícia Civil.

O resultado segue a tendência da média registrada em 2015, quando 798 pessoas foram mortas e outras 711 feridas em confrontos com a polícia paulista. (Média de duas pessoas mortas e duas pessoas feridas por dia).

Apesar disso, os números dos mortos por policiais não são considerados pelas estatísticas de homicídio, sob a justificativa de que as ocorrências fazem parte de “intervenção policial” e configuram “ações legítimas”.

Reprodução
Em 2015, 16 policiais foram mortos durante operações 

Mortes policiais 

Outros números apresentados pelo levantamento mostram que, no bimestre avaliado, um policial foi morto enquanto trabalhava. Júlio Cezar Zorzetti de Almeida, sargento da PM, foi baleado por um agente penitenciário no dia 20 de fevereiro em Itirapina (SP). Em 2015, 16 oficiais foram mortos e 66 feridos. Apenas neste ano, 31 policiais se feriram em serviço nos primeiros dois meses.

Ainda segundo a Secretaria de Segurança Pública, 31 policiais militares e civis acabaram feridos em serviço nos dois primeiros meses. Confira a matéria na íntegra no site do G1. 

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.