CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

ONU veta discurso de Bolsonaro na cúpula do clima nos EUA

“O Brasil não apresentou nenhum plano para aumentar o compromisso com o clima”, disse o enviado especial da secretaria-geral da ONU, Luis Alfonso de Alba

Por: Redação

A organização das Nações Unidas (ONU) decidiu vetar o discurso do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) na cúpula do clima, que será realizada na próxima segunda-feira, 23, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. As informações foram obtidas pelo jornal ‘Folha de S.Paulo”.

“O Brasil não apresentou nenhum plano para aumentar o compromisso com o clima”, disse à Folha o enviado especial da secretaria-geral da ONU, Luis Alfonso de Alba.

onu discurso bolsonaro clima
Crédito: Agência Brasil e Cop24.gov.plONU veta discurso de Bolsonaro na cúpula do clima nos EUA

Segundo ele, a ONU pediu que os países enviassem um plano para aumentar a ambição dos compromissos climáticos e, com base nos documentos que receberam, selecionaram quais países teriam discursos inspiradores.

A decisão não cita especificamente o nome de Jair Bolsonaro, mas a ONU fez um grande esforço para que os líderes da nações participassem da conferência. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres pediu a participação dos chefes-estado. Logo o veto a um discurso brasileiro na cúpula do clima, é um veto a fala de Bolsonaro.

Também devem ser vetados Estados Unidos, Arábia Saudita, Japão, Austrália e Coreia do Sul. A lista final de discursos tem 63 países, incluindo França e Reino Unido, e deve ser divulgada ainda nesta quarta, 18.

Estrategicamente agendada para a véspera da Assembleia-Geral da ONU, que começa na terça-feira, 25,  a cúpula do clima foi convocada pelo secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, com objetivo de encorajar os países, em uma conversa direta com os chefes de Estado.

As contribuições anunciadas pelos países na assinatura do Acordo de Paris, em 2015, não são suficientes para conter o aumento da temperatura média do planeta abaixo de 2ºC.

As metas devem ser revistas entre 2020 e 2023. No entanto, acontecimentos de proporção internacional, como o aumento de eventos climáticos extremos e as queimadas na Amazônia, pressionam para um adiantamento da discussão, que já deve começar na COP do Clima deste ano, no Chile.

1
Morre Gilberto Dimenstein, jornalista e fundador da Catraca Livre
É com profunda tristeza que a Catraca Livre anuncia o falecimento de seu fundador, Gilberto Dimenstein, aos 63 anos de …
2
Entenda a operação da Polícia Federal de combate às fake news
O combate às fake news ganhou um novo e importante capítulo nesta semana com a Polícia Federal realizando uma série …
3
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
4
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
5
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
6
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
7
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
8
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …