Opinião: desmonte da rede secreta explica queda de Bolsonaro ?

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro

O maior segredo da campanha de Bolsonaro foi desvendado pelos jornais “O Estado de S. Paulo” e Folha: o esquema clandestino das redes sociais.
Será que essas descobertas já demonstram efeito nas eleições, com a queda nas pesquisas do deputado?
É difícil acreditar numa pesquisa Vox Populi em parceria com a CUT- soa mais com um material de campanha.
Por essa pesquisa divulgada hoje a diferença entre Bolsonaro e Haddad são de apenas 5 ponto – algo que ainda poderia ser revertido na reta final, levando em conta o número de indecisos ( 17%).
Segundo Vox Populi, Jair Bolsonaro e Fernando Haddad tem, respectivamente, 44% a 39%.
O Ibope já tinha indicado a redução da distância e revelado virada a cidade de São Paulo a favor de Haddad ( 51% a 49%)
Vamos saber, mais tarde, com a pesquisa Datafolha até que ponto o Vox Populi captou com precisão uma tendência.
Mas, aqui, surge uma especulação inevitável. Até que ponto o desmonte dos esquemas clandestinos nas redes sociais ligadas a Bolsonaro estariam influenciando a queda de Bolsonaro?
Sabemos todos que o deputado tinha um aparato poderoso, mas foi, em parte, abatido pela Folha que revelou o esquema usando WhatsApp, e pelo Estadão, que ajudou a tirar do ar um poderoso aparato no Facebook.
WhatsApp tirou do ar contas que espalhavam centenas de milhões de mensagens de a favor de Bolsonaro.
Facebook excluiu a maior rede a favor de Jair Bolsonaro (PSL) da rede social, formada por 68 páginas e 43 contas pessoais. A decisão não foi pautada no conteúdo que era disseminado, mas ao fato de os donos dessas páginas, controladas por um grupo chamado Raposo Fernandes Associados (RFA), terem violado as políticas de autenticidade e spam ao criar contas falsas e múltiplas contas com os mesmos nomes para administrar essa rede.
De acordo com matéria do Estadão, as 68 páginas, juntas, detinham mais alcance do que artistas e jogadores mundialmente reconhecidos, como Neymar e Anitta, por exemplo.
Se era verdade que essa esquema nas redes ajudou Bolsonaro, deve-se perguntar até que ponto seu enfraquecimento não o estaria tirando pontos nas pesquisas.

Autor: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.

1 / 8
1
04:12
Netflix: ‘The Family- Democracia Ameaçada’ revela grupo secreto
A minissérie "The Family: Democracia Ameaçada", que pode ser vista na Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma …
2
02:29
Operação Lava Jato ignora repasse suspeito de Paulo Guedes
Uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que a Operação Lava Jato poupou o ministro da Economia, …
3
02:40
Partículas de queimadas são encontradas em água de chuva em SP
O fenômeno que atingiu São Paulo na última segunda-feira, 19, e transformou o dia em noite em diversas regiões do …
4
03:36
Nem os eleitores de Bolsonaro concordam com a indicação de Eduardo
Em meio às polêmicas que dão o tom nos primeiros oito meses do governo Bolsonaro, uma pesquisa recente mostra que …
5
02:07
Catraca Livre e MBL promovem debate sobre a política nacional
Para fortalecer a construção de um debate democrático, a Catraca Livre vai promover, nesta sexta-feira, dia 23, às 12h30, um …
6
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
7
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
8
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …