Pelo fim da guerra às drogas, Marcha da Maconha sai às ruas de SP

Coletivo realiza a sua oitava edição e promete reunir milhares de pessoas no dia 23 de maio, em ato que contará com aulas públicas, performances artísticas e shows

Por: Redação | Comunicar erro

Dados apresentados pelo Relatório Mundial sobre Drogas da Onu, de 2015, afirmam que nos dias atuais, aproximadamente, 5% da população mundial, entre 15 e 64 anos, é usuária de algum tipo de droga ilícita – correspondendo a 243 milhões de pessoas.

Estima-se ainda que 40% dos milhões de presos em todo o mundo encontram-se encarcerados por alguma infração associada ao tráfico de drogas. Outro estudo aponta que a guerra às drogas já custou ao mundo mais de um trilhão de dólares em uma campanha que apenas propiciou o nascimento de um mercado paralelo avaliado em US$ 300 bilhões.

Em meio à derrocada da guerra às drogas, que ganha respaldo em novas políticas adotadas por países como Estados Unidos, Uruguai, Chile, Portugal ou Espanha, a discussão sobre a legalização das drogas (sobretudo a maconha) volta a pautar o cenário político brasileiro com a Marcha da Maconha, que volta às ruas no dia 23 de maio, às 14h20, no MASP.

Com o eixo “Pela liberdade d@s noss@s pres@s, em memória aos noss@s mort@s — Legalize”, o coletivo marcha em nome da legalização da produção, distribuição e uso da planta no Brasil para seus mais variados fins – do uso medicinal ao recreativo.

Reprodução (Marcha da Maconha)
Programação no dia da marcha contará com aulas públicas, performances artísticas e shows ao final do evento

A Marcha da Maconha SP tem o objetivo de ocupar as ruas para fomentar uma mudança de mentalidade em relação à política de guerra às drogas. O lema de 2015 pretende chamar a atenção para os presos e mortos decorrentes dessa guerra. Com a terceira maior população carcerária do mundo, o Brasil coloca atrás das grades cerca de 200 mil pessoas (27% do total de presos) acusadas de terem ligação com o mercado das drogas, número que cresce ano após ano.

“Ao analisar o perfil d@s pres@s e mort@s ligad@s à economia das drogas no Brasil, fica claro que há algo de muito podre no reino tupiniquim. Nossos pres@s e mort@s tem cor, classe, idade e geografia. São jovens pretos e pobres moradores de periferia, que aos olhos do Estado representam ameaça à ordem imposta pela bala desde 1500”, afirmam os ativistas em texto convocatório para o evento.

Programação de 2015

A Marcha da Maconha contará com aulas públicas e performances artísticas durante a concentração e provável realização de show ao final do ato. Para a composição da manifestação, estão confirmados os blocos temáticos da liberdade, feminista, anticapitalista, da diversidade, psicodélico, entre outros.

Neste ano, um calendário de atividades acende o debate nas semanas anteriores ao ato, com confirmações de artistas como os rappers Sandrão do grupo RZO e Sombra.

Junto com o Bloco Kaya na Gandaia e Família Gangsters, eles se apresentam no Festival 4E20, uma das novidades desse ano. O evento acontecerá no dia 3 de maio a partir das 16h20 no Estúdio (av. Pedroso de Morais, 1036) e 60% da entrada será revertido para a organização da Marcha.

O calendário da Marcha da Maconha ainda conta com atividades em faculdades, cursinhos populares, saraus na periferia, entre outros.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
2
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
3
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
4
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
5
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …
6
02:10
Danilo Gentili faz a mais impactante piada sobre Eduardo Bolsonaro
Foi o ataque mais devastador à Jair Bolsonaro. Não apenas porque suas piadas sobre a indicação de Eduardo Bolsonaro viralizaram …
7
02:59
É exagero comparar Joel Santana com Eduardo Bolsonaro?
Você pode achar que o título desse vídeo é exagerado. Afinal, poucas coisas podem ser piores do que o inglês …
8
03:49
Curiosidades sobre os 50 anos da chegada do homem à lua
Há exatos 50 anos um grupo de astronautas americanos pousava na lua pela primeira vez. O momento foi um dos …