CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Professora é torturada e assassinada em São Gonçalo (RJ)

Angélica tinha 42 anos e trabalhava como educadora em uma escola infantil em Niterói (RJ)

Por: Redação

Uma professora de educação infantil morreu após ser torturada em sua casa na noite da última segunda-feira, 23, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Segundo a polícia, Angélica de Figueiredo Lima, 42 anos, sofreu tentativa de estrangulamento com um cabo elétrico, foi perfurada com uma tesoura e queimada com um ferro de passar roupa na cabeça. As informações são Extra.

Crédito: Reprodução/FacebookAngélica tinha 42 anos e trabalhava como educadora em uma escola infantil em Niterói (RJ)

Mesmo ferida, Angélica conseguiu ligar para a irmã e pedir ajuda. Ela foi levada para o hospital, onde acabou morrendo. O suspeito fugiu.

De acordo com a Polícia Civil, a educadora teria sido surpreendida pelo assassino, que já estaria dentro de sua casa.

Angélica trabalhava numa creche particular no bairro de Icaraí, em Niterói, também na região metropolitana do Rio.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.