Últimas notícias:

Loading...

Rádio mostra que gravação de Joesley com Temer não foi editada

Levantamento da rádio CBN mostra que, ao contrário do que foi dito por alguns veículos e pelo presidente, a gravação não sofreu cortes

Por: Redação
Michel Temer

Um levantamento da rádio CBN apontou que, ao contrário do que disse a Folha de S. Paulo e o presidente Michel Temer, o áudio feito por Joesley Batista, da JBS, durante conversa com Temer não foi editado.

Isso porque a rádio estava sintonizada no carro de Joesley no dia em que ele se encontrou com o presidente.

O empresário iniciou a gravação, no dia 7 de março, antes de sair do automóvel.

Após 1min12 de gravação, a locutora da rádio informa o horário de Brasília: 22h32. Depois, Joesley deixa o carro e, na sequência, vai ao Palácio do Jaburu, casa do atual presidente, em Brasília.

Depois ele volta ao carro, que seguiu com o rádio ligado.

A gravação total é de 38 minutos e 48 segundos. A CBN constatou que, no começo e no final, os registros do áudio de Joesley conferem com a sua programação naquele dia e horário.

“A gravação de Joesley mostra que, quando ele volta para o carro, o rádio do carro em que ele está continuava sintonizado na CBN e o que se escuta é o quadro ‘Nos Acréscimos’ que, naquele dia, começou às 23h08 da noite”, disse o locutor, Milton Jung.

“Com isso, é possível determinar que o tempo de gravação é de 38 minutos, o tempo da conversa entre Joesley chegar e sair da casa do presidente foi de 38 minutos, e esse tempo é a íntegra do áudio divulgado na quinta-feira e que comprova que o material não teve nenhuma edição. Portanto, a gente percebe que não teve edição na gravação que foi divulgada, colocada aí do início ao fim”, afirmou.

Ouça a declaração da rádio:

  • Leia mais:

Compartilhe:

Tags: #Corrupção
?>