Salles e Mourão cometem gafe ao responder ator Leonardo DiCaprio

Vice-presidente e ministro postaram vídeo com mico-leão-dourado, espécie típica da Mata Atlântica, para negar queimadas na Amazônia

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Para provar que não há incêndios na Amazônia e rebater o ator Leonardo DiCaprio, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, cometeu uma gafe ao publicar nas redes sociais um vídeo com o título “A Amazônia não está queimando”. A publicação mostra um mico-leão-dourado, espécie exclusiva da Mata Atlântica.

O erro grotesco também foi compartilhado pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, no Twitter.

Leonardo Dicaprio
Crédito: Reprodução/TwitterO vídeo mostra o mico-leão-dourado, mamífero que vive exclusivamente na Mata Atlântica, principalmente no Rio de Janeiro

O vídeo compartilhado é de autoria da AcriPará (Associação de Criadores do Pará). ‘Você está sentindo cheiro de fumaça? Claro que não! Pois a Amazônia não está queimando novamente’, diz o trecho inicial da narração do vídeo.

Na produção, a associação de pecuaristas alega que apenas 5% dos agricultores da região utilizam as queimadas como estratégia para limpeza de seus terrenos.

No entanto, dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais ) apontam para mais de 10 mil focos de queimadas só nos oito primeiros dias de setembro.

O objetivo do ministro e do vice-presidente era responder ao ator Leonardo Dicaprio e à campanha global “DefundBolsonaro” (Desfinancie Bolsonaro), lançada por movimentos ambientalistas em defesa da floresta e dos indígenas dos países da Amazônia.

Ontem, o astro de Hollywood usou suas redes sociais para aderir ao movimento DefundBolsonaro [desfinancie Bolsonaro], promovido pela Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil). O objetivo é denunciar internacionalmente o descaso do governo Bolsonaro com a preservação da Amazônia.

Muitos internautas criticaram o ministro após mais uma polêmica. Veja alguns comentários:

Compartilhe: