Secretário de obras que matou candidato alega ‘legítima defesa’

Candidato a vereador foi morto a tiros durante uma live

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Ex-secretário de obras e irmão do prefeito do município de Patrocínio, na região do Alto Paranaíba (MG), Jorge Marra atirou cinco vezes e matou o pré-candidato a vereador Cássio Remis dos Santos (PSDB), de 37 anos, na última quinta-feira, 24. O autor dos tiros se entregou à polícia neste domingo, 27, e alegou “legítima defesa”.

Crédito: Divulgação/Prefeitura de PatrocínioJorge Marra afirmou ter agido em legítima defesa

Remis dos Santos fazia uma live criticando obras de calçamento de via pública em frente ao comitê de campanha do atual prefeito quando começou a confusão com o então secretário –posteriormente exonerado pelo irmão.

Imagens de câmera de segurança que mostram que Marra saca a arma de dentro de sua caminhonete e atira contra a vítima. Ele também roubou o celular de Remis dos Santos.

Jorge Marra deve ser indiciado por homicídio qualificado, roubo (celular) e por porte ilegal de arma. Ele contou ao delegado, em depoimento de cerca de 3 horas, que se sentiu ameaçado e amedrontado, por isso, agiu em legítima defesa.