SP libera aulas presenciais em universidades e escolas de idiomas

Instituições de ensino Superior e Técnico na área da Saúde poderão retomar aulas práticas com 35% de ocupação

Por: Redação

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 13, que universidades e escolas técnicas na área da Saúde, escola de idiomas e outros cursos livres podem retomar aulas práticas presenciais em cidades que se mantiverem por 14 dias consecutivos na fase amarela do Plano São Paulo, como é o caso da capital paulista.

Esses estabelecimentos poderão funcionar com no máximo 35% do número de alunos matriculados.

universidades
Crédito: Divulgação/GESPAulas presenciais de cursos livres estão liberadas e podem ocorrer com 35% dos alunos

Além da limitação de capacidade, de alunos, os cursos devem adotar ainda medidas do protocolo de educação, que incluem uso obrigatório de máscaras e distanciamento de no mínimo 1,5 metro entre alunos e professores.Já as aulas teóricas permanecerão a distância.

A prioridade para a retomada será para carreiras da área da saúde.

“A cidade de São Paulo já está há 14 dias no amarelo. Portanto, a universidade, se desejar, poderá voltar com as aulas na área da saúde”, disse o secretário de Educação, Rossieli Soares.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


O estado de São Paulo tem atualmente sete regiões na fase amarela: a capital, cidades da Grande São Paulo Leste, Sudeste, Sudoeste e Oeste, a Baixada Santista e a região de Registro.

De acordo com o governo do estado, apenas os municípios dessas regiões podem retomar aulas presenciais em cursos livres.

Compartilhe: