Testemunhas desmentem Wassef e escancaram amizade antiga com Queiroz

Ex-advogado da família Bolsonaro diz que nunca viu o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, mas eles se conhecem há pelo menos 1 ano e meio

Por: Redação

O Jornal Nacional desta quinta-feira, 25, revelou que três novas testemunhas envolvidas no caso Fabrício Queiroz afirmaram que Frederick Wassef tem uma relação com o ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Segundo relato dessas pessoas, eles se conhecem há pelo menos um ano e meio.

wassef e queiroz
Crédito: Reprodução/GloboWassef, advogado, insiste em dizer que não conhece Queiroz, encontrado em sua casa em Atibaia

Segundo o telejornal, ambos se encontraram em dezembro de 2018, informação que desmente o advogado, que insiste em afirmar que nunca viu Queiroz. Na ocasião, ambos se reuniram num hotel no centro de Atibaia, interior de São Paulo (SP).

O nome do titular da reserva do hotel ficou registrado no sistema como Fabrício José Carlos de Queiroz. O hóspede chegou no dia 26 de dezembro de 2018, uma quarta-feira, à 1h26. Ele foi embora por volta de 12h30 do mesmo dia.

Wassef, por sua vez, se defendeu desafiando tais testemunhas a apresentar uma foto dele ao lado de Queiroz. O advogado ressaltou ainda que está sendo vítima de uma campanha de fake news desde que Queiroz foi preso.

Vale lembrar, entretanto, que Fabricio Queiroz foi detido no dia 18 de junho, em Atibaia, numa casa que pertence a Wassef. Já na quarta-feira, 24, outra testemunha já havia confirmado ao JN que conviveu com Queiroz na casa de Wassef.

Fabrício Queiroz é suspeito de operar um esquema de rachadinha no gabinete do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), quando Flávio era deputado estadual no Rio de Janeiro.

A novidade no processo gerou repercussão nas redes sociais. Confira algumas reações:

Compartilhe: