Todo mundo quer mais ônibus nas cidades, ninguém quer mais fumaça

Todo ano, a poluição do ar mata 350 pessoas em Campinas; um movimento está lutando para transformar TODA a frota em ônibus sem fumaça, participe!

Por: Guilherme Borducchi | Purpose | Comunicar erro

Quando falamos que o transporte público precisa melhorar, uma lista de prioridades vem à tona. Mais conforto, mais segurança, pontualidade seria uma boa, menor tarifa também. O ruído podia ser menor e o tempo de viagem um pouco mais curto. Mas e a fumaça preta que sai dos escapamentos? Quanta atenção deveríamos dar a esse elemento quase invisível das frotas de ônibus das cidades brasileiras?

Os ônibus são grandes responsáveis pela emissão de poluentes nas cidades. Emitem um quarto de todo o material particulado, um conjunto de poluentes constituídos de poeiras, fumaças e todo tipo de material sólido e líquido que se mantém suspenso na atmosfera por causa de seu pequeno tamanho, e que fazem muito mal à saúde. São responsáveis também por 14% do CO2, que é um grande vilão para as mudanças climáticas.

Ao mesmo tempo em que parecem ser vilões, os ônibus são um ator decisivo para resolver o nó da mobilidade nas cidades (em conjunto com outras soluções como trens, metrô, bicicletas, calçadas). E foi pensando nisso que construímos uma campanha que trabalha por mais ônibus e menos fumaça em cidades brasileiras!

A inspiração foi uma mobilização vitoriosa de organizações da sociedade civil (Greenpeace, Idec, Instituto Saúde e Sustentabilidade, Minha Sampa, Purpose e Rede Nossa São Paulo), que, em 2017, garantiu o engajamento da população com o poder público local e, com apoio da mídia, conseguiu pressionar a Câmara dos Vereadores para aprovar uma lei que prevê a substituição anual dos ônibus a diesel por combustíveis limpos até 2037.

No segundo semestre de 2018, um edital foi lançado para apoiar organizações do Brasil inteiro que quisessem trabalhar com o tema da mobilidade e combustíveis limpos, na pressão por cidades menos poluídas. Das 10 cidades inscritas, duas foram selecionadas: Campinas (SP) e João Pessoa (PB). As campanhas delas já estão no ar, e algumas vitórias já foram conquistadas. Em Campinas, um plano para a transição dos ônibus para emissão zero foi apresentado à prefeitura e uma hackathon para pensar um futuro limpo vai acontecer AMANHÃ, dia 27 de abril. Se você quiser apoiar este movimento, clique aqui.

João Pessoa fez uma consulta pública sobre a percepção do transporte público, e os resultados vão embasar um pedido para o poder público agir. Se São Paulo, a cidade com a maior frota de ônibus da América Latina, conseguiu pressionar as autoridades para exigir ônibus com combustíveis limpos, outras podem conseguir também. Como é a situação na sua cidade? Converse com organizações, pressione os governantes. Dá para fazer a diferença!

1 / 8
1
04:15
Bolsonaro recuará na indicação de Eduardo para embaixada ?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admite, pela primeira vez, que existe a possibilidade dele não indicar seu filho, o deputado …
2
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
3
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
4
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
5
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
6
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
7
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
8
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …