TSE julga admissibilidade da candidatura de Lula

o Tribunal Superior Eleitoral analisa a possibilidade do ex-presidente disputar as eleições de 2018

Por: Redação | Comunicar erro
Lula
Crédito: DivulgaçãoCandidatura de Lula é reafirmada pelo PT

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vota nesta sexta-feira, 31, a admissibilidade ou não da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva às eleições de 2018.

Preso desde abril após ser condenado pelo TRF-4 no processo envolvendo o tríplex do Guarujá, o petista pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, e corre o risco de ser impugnado.

ATUALIZADO

Faltando pouco para o encerramento da sessão, a maioria dos ministros do TSE determinaram que Luiz Inácio Lula da Silva não poderá concorrer à presidência da República.

Se tudo ocorrer conforme já vinha sendo especulado, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assumirá o posto de candidato ao Planalto do PT, tendo como vice Manuela D’Ávila do PCdoB.

Veja os principais pontos da votação até o momento. 

Barroso

Ministro relator do caso, Luís Roberto Barroso votou pela inadmissibilidade do petista para disputar o pleito presidencial em outubro.

Em seu parecer, Barroso apontou que “diante da incidência da causa de inelegibilidade na Lei da Ficha Limpa, diante da impossibilidade dar cumprimento à medida cautelar expedida pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU e da improcedência de todas as demais teses da defesa, eu voto pela procedência das impugnações e pelo reconhecimento da incidência da causa de inelegibilidade e, com consequência, indefiro o pedido de registro do candidato Luiz Inácio Lula da Silva ao cargo de presidente da República nas eleições de 2018”.

Edson Fachin

Segundo ministro a votar no julgamento do TSE Luiz Edson Fachin foi favorável à admissibilidade da candidatura do ex-presidente Lula, alegando que, “por conta da recomendação da Comissão Direitos Humanos da ONU, se impõe, em caráter provisório, reconhecer direito” do petista “de se candidatar à Presidência da República nas eleições de 2018”.

Continuaremos atualizando esta matéria conforme os demais ministros forem proferindo seus respectivos votos.

Jorge Mussi

Terceiro votante sobre o processo que analisa a permanência de Lula na corrida presidencial, o ministro Jorge Mussi acompanhou o voto do ministro relator Roberto Barroso, que indefere a candidatura do petista, citando a legitimidade Lei da Ficha Limpa.

“A Lei da Ficha Limpa, cuja constitucionalidade foi reconhecida pelo STF, representa essencial mecanismo de iniciativa popular para proteção de probidade administrativa e da moralidade para exercício de mandato considerando a vida pregressa do candidato, e aplica-se a todos os cidadãos que queiram postular cargo eletivo perante a Justiça Eleitoral”, pontuou.

 Og Fernandes

O ministro Og Fernandes foi “sucinto” ao proferir seu voto, acompanhando o parecer do ministro relator Roberto Barroso, barrando a possibilidade de candidatura do ex-presidente Lula.

Para Og, “o pedido do Comitê de Direitos Humanos da ONU para que o Brasil não impeça a candidatura de Lula até condenação final não tem ação vinculante”.

Admar Gonzaga

Quinto ministro a proferir voto no processo que julga a admissibilidade da candidatura do ex-presidente Lula, Admar Gonzaga acompanhou o ministro relator, Luís Roberto Barroso, pela não elegibilidade do petista.

Para Admar, o TSE não investiga a culpabilidade do candidato em relação a fatos cuja competência é de outros órgãos do poder Judiciário, nem avalia se a condenação foi “justa” ou “injusta”, cabendo, pois, ao “STF ou ao STJ deliberar a respeito”.

Compartilhe:

1 / 8
1
20:44
São Paulo, capital da Cultura | Entrevista por Catraca Livre
Atuando como Secretário Municipal de Cultura em São Paulo desde janeiro desse ano, Alê Youssef ainda está no começo da …
2
07:26
STF e o limite da liberdade de expressão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou em março a abertura de um inquérito para investigar casos …
3
01:03
Ex-presidente do Peru tenta suicídio após receber ordem de prisão
O ex-presidente do Peru Alan García morreu nesta quarta-feira,17, após atirar contra si mesmo em uma tentativa de suicídio em …
4
04:45
Famosos fazem desabafo sobre depressão
Recentemente, o humorista Whindersson Nunes publicou uma série de posts em sua rede social desabafando sobre um sentimento profundo de …
5
01:32
Quem disse que não dá para surfar na cidade?
A Surf House Brasil é o lugar perfeito para você quer aprender a surfar ou ficou com saudade de pegar …
6
01:45
Catedral de Notre Dame: 8 séculos de história queimam em Paris
Um incêndio de grandes proporções atingiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. O local é um dos pontos turísticos …
7
02:29
Vídeo analisa a maior irresponsabilidade na vida de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mandou desativar os radares de rodovias federais. Será que é uma boa ideia? A Folha de São …
8
05:43
Entenda a proposta de Bolsonaro para a educação domiciliar
O presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no país. Se aprovada pelo …