TSE lança página para esclarecer eleitores sobre notícias falsas

Para a Justiça Eleitoral, divulgação de informações corretas é a melhor maneira de enfrentar e combater a desinformação

Por: Redação | Comunicar erro
Crédito: EBCTSE lança página para esclarecer eleitores sobre notícias falsas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou uma página na internet para ajudar a esclarecer o eleitorado brasileiro sobre as notícias falsas _ou fake news, no termo em inglês_ que vêm sendo disseminadas pelas redes sociais. Para a Justiça Eleitoral, a divulgação de informações corretas, apuradas com rigor e seriedade, é a melhor maneira de enfrentar e combater a desinformação.

Na página Esclarecimentos sobre informações falsas, lançada na quinta-feira (11), qualquer pessoa poderá ter acesso a informações que esclarecem boatos ou notícias que buscam confundir os eleitores, de acordo com informações da Agência Brasil.

“Diante das inúmeras afirmações que tentam macular a higidez do processo eleitoral  nacional, nessa página o TSE apresenta links para esclarecimentos oriundos de agências de checagem de conteúdo, alertando para os riscos da desinformação e clamando pelo compartilhamento consciente e responsável de mensagens nas redes sociais”, acrescentou o tribunal.

Além de campanhas para alertar os cidadãos, a Justiça Eleitoral informou que tem encaminhado os relatos de irregularidades que chegam ao seu conhecimento para investigação do Ministério Público Eleitoral e da Polícia Federal. O objetivo é apurar eventuais crimes e responsabilizar quem difunde conteúdo inverídico.

uma pessoa segurando o celular com o whatsapp aberto
Crédito: Anton/PexelTSE lança página para esclarecer eleitores sobre notícias falsas

“A Justiça Eleitoral desempenha relevante papel na consolidação da democracia em nosso país e trabalha incansavelmente para oferecer à sociedade um processo de votação seguro, transparente e ágil, garantindo efetividade à manifestação popular exercida por meio do voto.”

Após um primeiro turno marcado por diversas notícias falsas, o conselho consultivo criado pelo TSE para discutir medidas de combate a esse tipo de conteúdo se reuniu e manifestou preocupação com a disseminação de conteúdos enganosos no WhatsApp. O grupo, entretanto, não apresentou medidas concretas a serem adotadas para este segundo turno.

Acompanhe outros conteúdos ligados às eleições deste ano nesta página especial

Compartilhe: