Últimas notícias:

Loading...

Vídeo: Idosa com Alzheimer ganha flores do marido e o reconhece

O momento foi registrado pelo neto do casal, que mora com eles, e viralizou na internet neste final de semana

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Em Campo Limpo Paulista (SP), uma idosa, de 82 anos, com Alzheimer ganhou flores do marido, um idoso, de 85 anos, e o reconheceu. O momento foi registrado pelo neto do casal, que mora com eles, e viralizou na internet neste final de semana.

Crédito: Reprodução/YoutubeVídeo: Idosa com Alzheimer ganha flores do marido e o reconhece

Com as flores dadas pelo marido, a idosa se lembrou dos 62 anos que estão juntos, num momento emocionante.

Sebastião Sales esperou sua esposa entrar pela porta da sala e citou “receba as flores que lhe dou”, que é o trecho da música “A Namorada Que Sonhei”, de Nilton César.

André, o neto do casal, contou ao G1 que a avó não se lembra do marido e chega a confundi-lo com o pai ou homens conhecidos da família.

“Olha vó, ganhou flores”, diz o neto. “De quem?”, responde a idosa. “Do vô”, diz André. “De mim”, reforça o marido. A idosa, então, se lembra do marido, lhe dá um beijo e agradece: “Muito obrigado”, disse ela, antes de deitar a cabeça sobre o ombro de Sebastião. Em seguida, ela brinca: “Você nunca deu nada mesmo…”.

Veja o vídeo abaixo:

Mantenha a mente ativa: 5 passos para prevenir o Alzheimer

A doença acontece pela atrofia lenta e progressiva do cérebro, causando demência e perda da memória. É ocasionada por dois tipos de dano neuronal: acúmulo de proteína beta-amiloide e emaranhado de proteína tau no cérebro.

Sabe-se que tem influência genética, porém não é um atestado que o indivíduo desenvolverá a doença. Como combater? Práticas diárias e estilo de vida podem ajudar no combate e desenvolvimento da patologia.

É fato que não há cura e que os medicamentos existentes ajudam a preservar o que restou da capacidade cognitiva, todavia alguns estudos provaram que boa alimentação, exercícios físicos, e novos conhecimentos, como aprender um novo idioma, podem ser uma boa trinca para as pessoas de todo o mundo minimizarem as chances de contraírem a enfermidade.

Para ajudar indivíduos a manter a mente ativa, mudar alguns hábitos e minimizar as chances do aparecimento precoce do Mal deAlzheimer, o psicólogo da Minds Idioma, Augusto Jimenez, cita 5 mudanças para a sua rotina:

  • Monte quebra-cabeças

Um estudo publicado na revista Archives of Neurology mostrou que quem tem o hábito de montar quebra-cabeças têm menos presença da beta-amilóide em seus cérebros, proteína responsável pelo Mal de Alzheimer.

Para saber mais, clique aqui.

Compartilhe: