Agência faz ações para promover amizade entre desconhecidos

Placas em bancos de uma praça de Pelotas (RS) convidam pedestres a contar histórias, desabafar e dar conselhos

Por: Redação | Comunicar erro

Oito bancos vazios. Sobre o encosto deles, foram colocadas placas que se falavam. Uma delas, à esquerda, dizia: “Quer desabafar, sente aqui”; à direita, foi colada uma com os dizeres “Quer escutar um desabafo, sente aqui”. E foi dessa forma que a agência gaúcha Mark+, com apoio do estúdio Carma, tentou fazer com que as pessoas conversassem e promover a amizade entre desconhecidos.

Essa campanha foi selecionada pelo “Causando”, do projeto Mestres da Criatividade, da Catraca Livre – escolhemos as mais criativas publicidades com causa.

As sinalizações foram colocadas na praça Coronel Pedro Osório, centro de Pelotas (RS), há uma semana. A ideia é que permaneçam indefinidamente sobre os encostos.

No dia da instalação, os bancos com placas foram alvo de comentários de curiosos. Mas houve também quem se mostrasse disposto a participar da brincadeira.

Bancos de praça ganham placas para promover a amizade entre desconhecidos
Crédito: DivulgaçãoBancos de praça ganham placas para promover a amizade entre desconhecidos

“Um casal de idosos e duas amigas se sentaram, permanecendo um bom tempo conversando”, conta o diretor de criação do estúdio Carma, Ramon Ballverdú.

Bancos trazem placas que convidam a desabafar, ouvir uma história e receber um conselho
Crédito: DivulgaçãoBancos trazem placas que convidam a desabafar, ouvir uma história e receber um conselho

Não é a primeira vez que a agência e o estúdio se unem em ações para promover a socialização. Juntos, eles investem em ideias criativas para aproximar as pessoas.

“A tecnologia é muito boa para unir quem está longe, mas, algumas vezes, quem está perto passa despercebido. Acreditamos que a cidade é uma plataforma perfeita para proporcionar momentos de aproximação, seja com vizinhos, seja com desconhecidos”, avalia Ramon.

Cadeira na rua

E é por isso que, há quatro anos, por exemplo, uma ação visou reatar laços entre os vizinhos. A Mark+ e o Carma distribuíram cadeiras de praia e um pacote de biscoitos na porta de casas, convidando quem mora tão perto a se conhecer melhor.

Livro do Carinho

A agência também preparou uma ação de aproximação entre pessoas de gerações diferentes. Levou a uma instituição de idosos e outra de crianças, um exemplar de um livro misterioso com capa de madeira.

Dentro dele, no entanto, não havia páginas, mas um botão vermelho que, ao ser pressionado, colocava os dois públicos em contato.

Alimentando amizades

Da mesma forma, os criativos mostraram que em qualquer lugar, até mesmo no ônibus, é possível começar uma boa conversa, com a ação Alimentando Amizades.

“As intervenções mostram o quanto pode ser simples aproximar pessoas ou tornar a cidade mais divertida. O pensamento básico de toda ideia que colocamos na rua é ‘Como podemos tentar deixar a vida ou o caminho das pessoas melhor?'”, sintetiza Ramon.

Leia também: Marca de vodca escreve amor com tinta de mensagens de ódio

Compartilhe:

1 / 8
1
03:33
O desequilíbrio de Bolsonaro na demissão de Joaquim Levy
O economista Joaquim Levy deixou a presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) neste domingo, 16. A …
2
02:28
Bolsonaro deveria ser processado por homicídio culposo
Está repercutindo no país o desfecho da morte da modelo Caroline Bittencourt. O empresário Jorge Sestini, marido de Caroline, será indiciado …
3
03:57
Guru de Bolsonaro está nu
DIREÇÃO: Gilberto Dimenstein COMENTÁRIO: Gilberto Dimenstein CAPTAÇÃO: Daney Carvalho (DN|LC) EDIÇÃO: Daney Carvalho (DN|LC)
4
02:09
O PEIXE FEDEU PARA A FAMÍLIA BOLSONARO
5
07:22
Entenda o que é velha política
“Descomplicando” é um programa que discute as notícias e assuntos do momento, aprofundando e refletindo sobre seu significado e consequências …
6
03:32
MINISTRO DE BOLSONARO DEFENDE GUERRILHEIRA DILMA
7
04:47
TÁBATA DÁ UMA MARAVILHOSA LIÇÃO AO BRASIL DE BOLSONARO
8
03:27
Apropriação Cultural
Apropriação Cultural