Dimenstein: Bolsonaro ajuda a desmoralizar Sergio Moro

A cada dia que passa, aumenta a desmoralização do ministro da Justiça, graças inclusive (e sobretudo), a Bolsonaro

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro

O ex-juiz Sergio Moro entrou no governo Bolsonaro como um herói nacional.

Era um aval para a promessa de moralidade de Jair Bolsonaro.

A cada dia que passa, aumenta a desmoralização de Moro, graças inclusive (e sobretudo), ao seu padrinho Jair Bolsonaro.

Sugiro essa seleção de hoje do Canal Meio 

“A quinta-feira não foi um dia fácil para o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Seu pacote anticrime, que já vinha sendo paulatinamente desidratado pelo Congresso, foi colocado na geladeira por ninguém menos que o presidente Jair Bolsonaro. Segundo este, com a reforma da Previdência já no Senado, a prioridade do governo é tocar a reforma tributária, o que jogaria o pacote do ministro para as calendas gregas. ‘O Moro está vindo de um meio onde ele decidia com uma caneta na mão. Agora, não temos como decidir de forma unilateral’, disse Bolsonaro. ‘Entendo a angústia dele, de querer que o projeto vá para frente, mas nós temos que fazer o Brasil andar’. Para diminuir o desconforto, ele levou Moro para sua tradicional livenas redes sociais. (Estadão)

“Depois, Moro precisou se explicar ao ministro Luiz Fux, do STF, negando ter mandado destruir provas obtidas com hackers que invadiram celulares de autoridades. A intenção de Moro havia sido revelada pelo presidente do STJ, João Otávio Noronha. A Fux, o ministro da Justiça diz que houve um “mal-entendido”. (Folha)

De Vera Magalhães: “De ministro ‘indemissível’ e candidato – com direito a anúncio público – à ‘primeira vaga’ que houvesse no Supremo Tribunal Federal, Sérgio Moro passou a ser alvo das famosas ‘caneladas’ de Jair Bolsonaro, seja em declarações públicas, em críticas reservadas ou mesmo em ações para enfraquecê-lo. Acontece que Moro precisa ficar no cargo, uma vez que abriu mão da magistratura e o STF é, cada vez mais, um sonho distante. (Estadão)

De Bela Megale: “A relação entre Bolsonaro e Moro passa pelo seu momento mais delicado, com direito a críticas feitas pelo presidente ao seu ministro em reuniões mais reservadas, segundo interlocutores do Planalto. Mesmo assim, Bolsonaro não cogita afastar o ex-juiz do comando da pasta da Justiça. Por outro lado, Moro também já confidenciou a pessoas próximas certo desconforto com algumas posições do governo, mas evitou tecer críticas diretas a Bolsonaro.” (Globo)

1 / 8
1
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
2
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
3
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …
4
07:44
Saiba tudo sobre os métodos anticoncepcionais
Prevenção é essencial quando o assunto é relação sexual. Hoje, há outros modos de prevenção que vão além da pílula e …
5
02:17
Por trás da expulsão de Frota, existe o grande inimigo de Bolsonaro
O deputado federal Alexandre Frota foi expulso na terça-feira, 13, do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Entre os motivos …
6
03:18
Câmara aprova MP que libera o trabalho aos domingos e feriados
A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira, 13, o texto-base da medida provisória 881, conhecida como "MP da Liberdade Econômica", …
7
01:02
Mexicanos e americanos brincam através de muro
A equipe do Mestres da Criatividade traz cenas inéditas de crianças de adultos, tanto do México quanto dos Estados Unidos, …
8
04:54
Relativizar aquecimento global mostra ignorância de Bolsonaro
A falta de informação do presidente Jair Bolsonaro quando o assunto é aquecimento global acaba disseminando a ignorância quanto ao …